Wanderlei até 2026 !!!

O ex-prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas (Podemos) está desesperado para tentar angariar apoio para a sua pré-candidatura a governador do Tocantins tanto quanto está desesperado para tentar deter o avanço do nome de Wanderlei Barbosa junto ao eleitorado tocantinense para o mesmo cargo. O ex-prefeito, apelidado carinhosamente de “Professor de Deus” tamanha a sua empáfia, […]

Wanderlei até 2026 !!!

O ex-prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas (Podemos) está desesperado para tentar angariar apoio para a sua pré-candidatura a governador do Tocantins tanto quanto está desesperado para tentar deter o avanço do nome de Wanderlei Barbosa junto ao eleitorado tocantinense para o mesmo cargo.

O ex-prefeito, apelidado carinhosamente de “Professor de Deus” tamanha a sua empáfia, achou que seria fácil se tornar governador. De um lado tinha um Mauro Carlesse (PSL) com a bravata que seria candidato a um terceiro mandato ou o lançamento da candidatura de um tecnocrata, e do outro o senador Eduardo Gomes (MDB) e o ex-prefeito de Gurupi, Laurez Moreira (Avante) que pleiteavam construir junto com Dimas uma chapa majoritária para concorrer ao Executivo estadual, mas todos de olho apenas no posto de Governador.

Entretanto, o destino pregou uma peça em Dimas, Carlesse, Gomes, Laurez, Sandro Armando e tantos outros. Quis ele (o destino) que o governador fosse afastado do cargo pelo Superior Tribunal de Justiça, e assumisse em seu lugar um Wanderlei Barbosa com uma disposição e um ritmo de trabalho nunca antes visto na história deste estado.

Wanderlei assumiu o cargo no dia 20 de outubro de 2021 com a previsão inicial de permanecer seis meses. Com a provável cassação de Carlesse pela Assembleia Legislativa, que avalia um processo de impeachment de Carlesse, Wanderlei deve ficar ao menos até o dia 31 de dezembro de 2021.

A manter o ritmo de trabalho e de ações ininterruptas como vem fazendo, deve ser eleito ainda no primeiro turno em 02 de outubro de 2022 para mais quatro anos à frente do Executivo estadual, como mostram as pesquisas de consumo interno realizadas tanto pelos aliados quanto pelos adversários do governador em exercício. E não há praticamente nada que os seus adversários possam fazer a respeito disso.

No fim de 2021 Ronaldo Dimas entrou em contato por telefone com cerca de 40 veículos de comunicação da capital chamando seus representantes para um jantar em um luxuoso hotel da cidade. Em suas ligações para os diretores e jornalistas Dimas era direto: “estou te ligando para te chamar para um jantar em prol do nosso projeto político e daqueles que são contrários a este governo (Wanderlei Barbosa)”. O resultado foi meia dúzia de gatos pingados, quase todos que recebem algum aporte financeiro da prefeitura de Araguaína, cidade em que Dimas elegeu o seu sucessor. A tática de tentar comprar a imprensa com um prato de comida não funcionou.

Sentindo-se acuados com um Wanderlei que não demonstra cansaço e com muito espaço para crescer junto ao eleitorado, a única saída de Dimas e seus aliados para tentar salvar a sua candidatura de um fracasso tão grande quanto o seu ego está em apostar na volta de Carlesse para o cargo de governador do Tocantins. Utilizando para isso todo o seu rol de aliados, como o senador e líder do governo Bolsonaro no Congresso Nacional Eduardo Gomes, que influenciaria em uma suposta decisão no Supremo Tribunal Federal, uma vez que no Superior Tribunal de Justiça as chances são menores que zero.

A tática também não vai funcionar pois não existe ambiente jurídico e muito menos político, nem no Tocantins e nem em Brasília, para que isto aconteça. Mas, independentemente do resultado da empreitada, o simples fato de empregar este tipo de expediente com a única intenção de tirar Wanderlei do processo, apostando no “quanto pior melhor” e num terrorismo psicológico de que “Carlesse volta na semana que vem”, demonstra cabalmente o desespero de Dimas e seus asseclas para alijar do processo o governador que está devolvendo ao povo do Tocantins o orgulho de ser tocantinense.

Wanderlei se tornou governador inesperadamente, mas a cada dia vem se tornando tudo o que a população espera de um governador. Alguém incansável, que não rouba e não deixa roubar, que trabalha de forma ininterrupta e que lidera pelo exemplo, tomando as decisões que a população espera e precisa, colocando os interesses dos tocantinenses acima dos interesses escusos que tinham os que ocupavam o Palácio Araguaia até bem pouco tempo atrás e demonstrando, ao contrário dos seus adversários que agora se arvoram contra si, que está à altura do cargo que ocupa.

Parabéns Wanderlei, que feio Dimas e seus comparsas.