Vigilante que matou ex dentro de agência bancária já havia tentado invadir casa dela

Em Acrelândia, Kennedy Souza Fontenelle, 26, matou a ex-namorada na manhã de segunda-feira, 2, com um tiro, na agência bancária do Sicredi, onde trabalhava como segurança. Após o ato, o jovem cometeu suicídio ainda no local. O ocorrido se deu antes que o atendimento aos clientes começasse, devido a isso nenhuma outra pessoa foi ferida. […] O post Vigilante que matou ex dentro de agência bancária já havia tentado invadir casa dela apareceu primeiro em Jornal Opinião.

Vigilante que matou ex dentro de agência bancária já havia tentado invadir casa dela

Em Acrelândia, Kennedy Souza Fontenelle, 26, matou a ex-namorada na manhã de segunda-feira, 2, com um tiro, na agência bancária do Sicredi, onde trabalhava como segurança. Após o ato, o jovem cometeu suicídio ainda no local.

O ocorrido se deu antes que o atendimento aos clientes começasse, devido a isso nenhuma outra pessoa foi ferida. De acordo com informações da Polícia Civil, Kennedy e Tatiane Lima Nery, 33, tiveram um relacionamento anteriormente, o que aponta para um crime passional, de acordo com o delegado responsável pelo caso, Diones dos Anjos.

“Foi uma fatalidade na agência do Sicredi e nos deparamos com dois corpos alvejados por arma de fogo, a atendente e o segurança. Os dois estavam no interior. Tem a hipótese de passionalidade, mas temos que aprofundar melhor para ver o que aconteceu.”, disse o delegado.

O delegado Diones ainda disse que as imagens das câmeras disponíveis serão recolhidas e que somente após uma análise cautelosa das provas será possível ter uma posição mais precisa sobre o ocorrido.

De acordo com o perito criminal do Instituto Médico Legal (IML), a jovem foi morta com três tiros.

“Fomos acionados e quando chegamos aqui nos deparamos com os dois já mortos. Verificamos três disparos na Tatiane e após cometer o crime, ele atirou na própria cabeça.”, esclareceu o perito.

Em nota publicada pelo Sicredi, a morte de Tatiane, que também era uma de suas colaboradoras, é lamentada, e afirma que a agência se manterá fechada pelo tempo que for necessário até que haja uma liberação por parte da polícia.

“O Sicredi manifesta profundo pesar aos familiares, amigos e colegas de trabalho pelo falecimento da colaboradora Tatiane de Lima Nery, ocorrido hoje, 2 de maio. O Sicredi está colaborando com as autoridades na apuração do caso e prestando todo o apoio necessário para a família e colaboradores. A agência de Acrelândia permanecerá fechada ao longo desta semana, ou até que haja liberação das autoridades policiais.

Segundo amigos do casal, o vigilante não aceitou bem o término, chegando a invadir a casa de Tatiane algumas semanas atrás, mas ela optou por não registrar um boletim de ocorrência.

De acordo com a polícia, na sexta (30), o segurança havia tentado invadir a casa da ex, mas a Polícia Militar foi chamada e a vítima foi aconselhada a prestar queixa. Porém, ela não chegou a procurar a delegacia para formalizar uma denúncia.

O post Vigilante que matou ex dentro de agência bancária já havia tentado invadir casa dela apareceu primeiro em Jornal Opinião.