Vereadores debatem ausência de almoço para moradores em situação de rua; Secretário se defende

O principal assunto da Câmara Municipal de Brusque na sessão de ontem (26) foi a retirada por parte da Secretaria de Desenvolvimento Social do almoço e do café da tarde aos moradores em situação de rua até então oferecidos no Centro Pop e Albergue municipal. O vereador Jocimar dos Santos (DC) e Ex-Secretário de Desenvolvimento […] O post Vereadores debatem ausência de almoço para moradores em situação de rua; Secretário se defende apareceu primeiro em Olhar do Vale.

Vereadores debatem ausência de almoço para moradores em situação de rua; Secretário se defende

O principal assunto da Câmara Municipal de Brusque na sessão de ontem (26) foi a retirada por parte da Secretaria de Desenvolvimento Social do almoço e do café da tarde aos moradores em situação de rua até então oferecidos no Centro Pop e Albergue municipal.

O vereador Jocimar dos Santos (DC) e Ex-Secretário de Desenvolvimento Social, afirmou que “é lamentável que a administração pública corte esse benefício. São pessoas que não tem nada e o mínimo que eles tem é a alimentação e quando nós cortamos essa alimentação, estamos colocando essas pessoas, na sinaleira, para ir para frente dos comércios e dos restaurantes para pedir comida. O pastor Gilmar que está como prefeito em exercício que reveja isso com o Secretário para dar o mínimo que essas pessoas tem que é o alimento”, pontua o vereador.

Já Marlina de Oliveira (PT) pontuou que ” é uma situação muito complexa que a gente não consegue resolver essa questão da noite para o dia. Entendo que essa atitude de cortar o almoço foi uma atitude bastante infeliz porque a gente tinha uma cultura da administração pública de cuidado com essa população. Um exemplo que eu gosto de dar é que essas pessoas são tão cidadãs como qualquer outra. Elas estão numa condição de vida complexa, de vulnerabilidade no momento da sua vida e aí como qualquer outro cidadão, faz uso de equipamentos do poder público. Eu uso a escola pública, eu uso a unidade básica de saúde e essa população tem um serviço no nosso município que pode acessar. É um direito delas e aí tem essa situação colocada que é perversa”, comenta.

O Secretário de Desenvolvimento Social Leandro Hyarup esteve presente na sessão de ontem como expectador e também foi ouvido pelo Olhar do Vale.

De acordo com ele, o que está acontecendo é um grande equívoco, pois o almoço e o café da tarde foram suspensos temporariamente por conta de uma transição de projetos e vai voltar, mas vai voltar apenas para aquelas pessoas que terão o interesse e o comprometimento em se recuperar.

“Achei respeitosas as falas dos vereadores, mas de fato nenhum dos vereadores me procurou para ter mais informações a respeito do que aconteceu. Se basearam única e exclusivamente em uma publicação de um jornal no qual a minha fala foi bastante cerceada a ponto de se distorcer todo o contexto da informação passada. É mentira que a alimentação foi cortada no cento POP. O que aconteceu foi uma suspensão temporária e o corte houve no programa anterior ao qual estava inserida o oferecimento dessa alimentação. Então, nós cortamos o programa para criar um novo programa e aí passar a inserir dentro de uma política pública específica para isso. A alimentação estava sendo oferecida de uma maneira aleatória e isso estava errado e a gente cortou para poder reajustar. Então no decorrer dessa semana vai voltar a ser oferecido para os moradores de rua que frequentam o centro e que aceitam o acompanhamento que o Centro POP oferece, pois nós não somos um restaurante popular que oferece serviço de alimentação”, finaliza o Secretário.

O post Vereadores debatem ausência de almoço para moradores em situação de rua; Secretário se defende apareceu primeiro em Olhar do Vale.