Unesp investiga acusações de assédio contra professor

Marcelo Magalhães Bulhões negou as acusações e afirmou ser vítima de calúnia por parte das estudantes

Unesp investiga acusações de assédio contra professor
Alunas da Unesp Bauru denunciam professor por assédio Reprodução/Twitter

Em nota, a universidade disse que "não poupará esforços para apurar e punir eventuais culpados", e informou que o prazo para a conclusão da sindicância é de 60 dias, mas com a possibilidade do processo ser prorrogado pelo mesmo período.

As jovens exibiram banners com fotos das conversas que o professor supostamente teve com as alunas via e-mail, redes sociais e aplicativos de mensagens. Nos diálogos, Marcelo chegava afirmar estar interessado em ter relações sexuais com as estudantes - "a verdade é que o nosso desejo não passa", teria dito ele em uma das mensagens enviadas.

Leia mais...