Tom Holland leva menino que salvou irmã de ataque de cachorro para conhecer set de ‘Homem-aranha: Sem Volta para Casa’

O ator Tom Holland mostrou que é do tipo que cumpre promessas. Quando o pequeno Bridger Walker ganhou a atenção do mundo ao salvar a irmã mais nova de um ataque de cachorro no estado de Wyoming, nos Estados Unidos, o ator prometeu que o levaria para o set do novo filme do Homem-aranha. Bridger fez o ato heroico em julho...

Tom Holland leva menino que salvou irmã de ataque de cachorro para conhecer set de ‘Homem-aranha: Sem Volta para Casa’
Reprodução/Instagram/Robert Walker

Tom Holland leva menino que salvou irmã de ataque de cachorro para conhecer set de ‘Homem-aranha – Sem Volta para Casa’

O ator Tom Holland mostrou que é do tipo que cumpre promessas. Quando o pequeno Bridger Walker ganhou a atenção do mundo ao salvar a irmã mais nova de um ataque de cachorro no estado de Wyoming, nos Estados Unidos, o ator prometeu que o levaria para o set do novo filme do Homem-aranha.

Bridger fez o ato heroico em julho do ano passado e ganhou presentes de vários dos “Vingadores” dos cinemas. Agora, mais de um ano depois, ele voltou ao mundo dos super-heróis.

Bridger, de sete anos, passou um dia no set do filme com Holland, Zendaya e outros atores do filme e até voou com o herói.

O pai do menino, Robert Walker, contou a aventura em seu Instagram e compartilhou fotos e vídeos do dia especial do filho.

Tom Holland leva menino que salvou irmã de ataque de cachorro para conhecer set de 'Homem-

“Quando chegamos ao set, fiquei um pouco apreensivo porque, uma vez que a ‘cortina fosse puxada’, a magia do cinema estaria perdida para as crianças. Não aconteceu. Tom, Zendaya, Harry e todo o elenco/equipe técnica fizeram nossos filhos se sentirem como estrelas”, contou.

“O olhar nos rostos das crianças não teve preço quando vimos Tom, com a roupa completa, bem acima do set em um poste de luz.”

Ataque de cachorro

Bridger Walker e a irmã, após o incidente — Foto: Reprodução/Instragram/Lisa WalkerBridger Walker e a irmã, após o incidente — Foto: Reprodução/Instragram/Lisa Walker

Bridger conseguiu puxar a irmãzinha pela mão e se livrar do animal após sofrer várias mordidas no rosto. Ele precisou levar 90 pontos nos ferimentos.

Segundo sua tia, Nicole, o menino justificou a atitude dizendo que “se alguém tivesse que morrer, achei que deveria ser eu”. O incidente aconteceu no dia 9 de julho de 2020.