Servidora pública morre com suspeita de dengue em Rialma, diz prefeitura

Causa da morte vai ser investigada por um comitê da Secretaria Estadual de Saúde. Servidora concursada da Câmara Municipal, Millana Santos ficou internada por uma semana se tratando da doença. A servidora pública Millana Nascimento dos Santos, de 31 anos, morreu na quinta-feira (20) com suspeita de dengue hemorrágica depois de ficar uma semana internada […] The post Servidora pública morre com suspeita de dengue em Rialma, diz prefeitura first appeared on Jornal Correio Popular de Itaberaí.

Servidora pública morre com suspeita de dengue em Rialma, diz prefeitura

Causa da morte vai ser investigada por um comitê da Secretaria Estadual de Saúde. Servidora concursada da Câmara Municipal, Millana Santos ficou internada por uma semana se tratando da doença.

A servidora pública Millana Nascimento dos Santos, de 31 anos, morreu na quinta-feira (20) com suspeita de dengue hemorrágica depois de ficar uma semana internada em tratamento contra a doença, segundo a prefeitura de Rialma, no centro de Goiás.

Millana Santos era concursada na Câmara Municipal de Rialma há sete anos. Inicialmente, a servidora se tratou na cidade, mas com o agravamento do estado de saúde, ela foi levada para um hospital de Ceres, cidade a 2km de distância.

No município vizinho, mesmo com o tratamento, o quadro se agravou e ela não resistiu às complicações da doença, segundo a prefeitura.

A administração municipal de Rialma decretou luto oficial de três dias. A mãe de Millana Nascimento também era servidora pública do município.

“Diante desta perda inestimável, expressamos condolências e nos solidarizamos com seus familiares e amigos, neste momento de profunda tristeza e dor”, diz trecho da nota de pesar.

De acordo com os dados de monitoramento sobre a dengue, gerenciados pela Secretaria Estadual de Saúde, Goiás tem seis mortes suspeitas por dengue registradas neste ano.

Em 2021, o estado confirmou 24 mortes pela doença e outras 16 estão em análise. A pasta explicou que o Comitê Estadual de Investigação de Óbitos passa a investigar a causa da morte que foi cadastrada como suspeita.

Os membros do comitê analisam a ficha e prontuário dos pacientes, os exames e laudos emitidos antes e depois da morte para confimar a causa por dengue.

Fonte: G1

The post Servidora pública morre com suspeita de dengue em Rialma, diz prefeitura first appeared on Jornal Correio Popular de Itaberaí.