Sema aplica R$ 318 mil em multas por pesca ilegal em rios de MT

Com o intuito de prevenir a retirada ilegal de peixes dos rios, equipes da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), em parceria com as forças de segurança, intensificam a fiscalização nos rios de Mato Grosso. Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI). Foram apreendidos, até novembro de 2021, cerca de 1.800 cevas fixas, 327 redes de pesca, 2.607 kg de pescado ilegal, e aplicadas R$ 318 mil em multas.   Durante o período de defeso da piracema, entre 1º de outubro de 2021 e 31 de janeiro de 2022, em que a pesca é proibida nos Rios de Mato Grosso, são utilizados drones para flagrar a pesca ilegal, fiscalização fluvial, barreiras em estradas estratégicas para coibir o transporte ilegal, e também a verificação de estoques de recursos pesqueiros em restaurantes, pousadas e hotéis.     Do total de 2.607 kg de pescado apreendido, cerca de 570 kg foram retirados de infratores nos dois primeiros meses de defeso da piracema, por meio da "Operação Sinergia Piracema". O pescado apreendido em condições de consumo é doado para instituições filantrópicas cadastradas. Nos dois primeiros meses de defeso mais de 3 mil pessoas foram abordadas. O secretário de Executivo de Meio Ambiente, Alex Marega, destaca que é de suma importância a conscientização e a colaboração da população para que a legislação não seja desrespeitada, e a fauna dos rios preservados. "Não esperamos denúncias para realizar a fiscalização em campo. As...

Sema aplica R$ 318 mil em multas por pesca ilegal em rios de MT
Com o intuito de prevenir a retirada ilegal de peixes dos rios, equipes da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), em parceria com as forças de segurança, intensificam a fiscalização nos rios de Mato Grosso. Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI). Foram apreendidos, até novembro de 2021, cerca de 1.800 cevas fixas, 327 redes de pesca, 2.607 kg de pescado ilegal, e aplicadas R$ 318 mil em multas.   Durante o período de defeso da piracema, entre 1º de outubro de 2021 e 31 de janeiro de 2022, em que a pesca é proibida nos Rios de Mato Grosso, são utilizados drones para flagrar a pesca ilegal, fiscalização fluvial, barreiras em estradas estratégicas para coibir o transporte ilegal, e também a verificação de estoques de recursos pesqueiros em restaurantes, pousadas e hotéis.     Do total de 2.607 kg de pescado apreendido, cerca de 570 kg foram retirados de infratores nos dois primeiros meses de defeso da piracema, por meio da "Operação Sinergia Piracema". O pescado apreendido em condições de consumo é doado para instituições filantrópicas cadastradas. Nos dois primeiros meses de defeso mais de 3 mil pessoas foram abordadas. O secretário de Executivo de Meio Ambiente, Alex Marega, destaca que é de suma importância a conscientização e a colaboração da população para que a legislação não seja desrespeitada, e a fauna dos rios preservados. "Não esperamos denúncias para realizar a fiscalização em campo. As...