Rocha desaba sobre barcos de turistas em Minas Gerais

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a princípio, uma "tromba d'água” junto a pedras fez com que elas deslizassem e caíssem de uma altura de mais de 5 metros, atingindo as lanchas. O acidente ocorreu no condomínio Escarpas do Lago. A localidade fica perto do município de São Roque de Minas.

Rocha desaba sobre barcos de turistas em Minas Gerais

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a princípio, uma “tromba d’água” junto a pedras fez com que elas deslizassem e caíssem de uma altura de mais de 5 metros, atingindo as lanchas. O acidente ocorreu no condomínio Escarpas do Lago. A localidade fica perto do município de São Roque de Minas.

Por Redação, com agências de notícias – de Brasília

Uma rocha das encostas do cânion do Capitólio, em Minas Gerais, desabou sobre barcos de turistas neste sábado e e causou duas mortes.. Segundo as primeiras informações do Corpo de Bombeiros, havia 15 pessoas nas embarcações.

Rocha desaba sobre barcos de turistas em Capitólio, Minas Gerais

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais confirmou duas mortes pelo deslizamento, são dois homens, nenhum foi identificado ainda. Bombeiros dos quartéis da região e do Batalhão de Operações Aéreas, além de mergulhadores já se deslocaram para o local.

Por meio de nota, a Marinha do Brasil informou que um inquérito será instaurado para apurar causas, circunstâncias do acidente.

Três pessoas foram encaminhadas em estado grave para Santa Casa de Passos. Uma das vítimas é uma mulher natural de Belo Horizonte, mas que mora no Rio de Janeiro. Outros sete turistas tiveram ferimentos leves e foram levados ao Pronto Socorro de São José da Barra.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a princípio, uma “tromba d’água” junto a pedras fez com que elas deslizassem e caíssem de uma altura de mais de 5 metros, atingindo as lanchas.

O acidente ocorreu no condomínio Escarpas do Lago. A localidade fica perto do município de São Roque de Minas.

Nova Lima

Um sistema de represamento de águas de chuva, em Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte, transbordou e uma grande quantidade de lama invadiu a BR-040 na manhã deste sábado. A via foi interditada no local. Segundo o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, ninguém morreu e, por enquanto, não há necessidade de evacuação de comunidades.

– Em decorrência da quantidade de água das chuvas, que foi direcionada para o local, ocorreu um transbordamento dessa estrutura. E essa água acabou atingindo a região da BR-040, que permanece fechada nessas imediações devido à quantidade de água – disse o porta-voz dos bombeiros, tenente Pedro Aihara.

Segundo ele, não há nenhum risco estrutural iminente e o Corpo de Bombeiros já está em contato com a empresa Vallourec, responsável pela estrutura.

Por meio de nota, a Vallourec informou que “houve transbordamento de um dique localizado na Mina de Pau Branco, em Nova Lima. Não se trata de rompimento de barragem”. Segundo a empresa, equipes estão atuando no local.