Retrospectiva 2021: Seder apresenta resultados positivos com melhorias na vida do produtor rural palmense

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural (Seder) teve um  ano de trabalho, que embora marcado por dificuldades impostas pela pandemia da Covid-19, teve alcance positivo. Somente em termos de estrutura, em 2021, a Seder realizou a manutenção e construção de  5.087 km de estradas vicinais, construiu sete pontes, recuperou e construiu 21 bueiros, além de […]

Retrospectiva 2021: Seder apresenta resultados positivos com  melhorias  na vida do produtor rural palmense


A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural (Seder) teve um  ano de trabalho, que embora marcado por dificuldades impostas pela pandemia da Covid-19, teve alcance positivo. Somente em termos de estrutura, em 2021, a Seder realizou a manutenção e construção de  5.087 km de estradas vicinais, construiu sete pontes, recuperou e construiu 21 bueiros, além de muitas outras ações, em diversos segmentos. 

Para o titular da Seder, Major Negreiros, o papel desenvolvido pela pasta durante o ano de 2021 foi produtivo por uma conjunção de fatores. “Trabalhador que planta tem o que colher. E foi isso que fizemos. Trabalhamos com dedicação, demos o nosso melhor todos os dias. Valorizamos os nossos funcionários da Seder, por isso tudo funcionou da melhor forma possível”, concluiu. 

A assistência técnica e extensão rural tiveram papel fundamental para o desenvolvimento da atividade agropecuária como um todo. Na agricultura familiar, que em sua maior parte depende da orientação técnica de instituições públicas, ficou evidenciada a importância do trabalho da Seder. 

Um desses trabalhos é o Projeto Produtivo elaborado por técnicos da Seder e onde são feitas as recomendações técnicas de adubação e correção do solo conforme cada cultura, orientações sobre plantio e tratos culturais.

Sua elaboração é condição indispensável para que os produtores sejam atendidos com preparo de solo e mecanização agrícola. Em 2021 foram realizados 1.309 atendimentos, sendo eles as atividades realizadas pelo projeto estão à vistoria de preparo de solo para projetos produtivos com  553 atendimentos,  Avicultura 32;  Bovinocultura Leiteira, 452;  Interpretação de Análise de Solo, 160; Piscicultura, 112.

Calcário e Mecanização Agrícola

Já o Programa do Calcário tem grande importância no desenvolvimento da atividade agropecuária em Palmas, beneficiando agricultores familiares que têm dificuldade em transportar o corretivo desde a usina até suas propriedades. A Seder subsidia parte da análise de solo, técnicos da pasta realizam a interpretação dos resultados, determinando as quantidades de corretivos e fertilizantes necessários para a implantação das culturas. Após o transporte, a secretaria faz a distribuição e incorporação do calcário.

Em 2021, a Seder  realizou 191 análises do solo para 142 produtores rurais. Também foi feito o transporte de 515 toneladas de calcário a 32 agricultores, outros 170 receberam orientação  técnica que inclui recomendações com base em análises de solo e atendimentos no campo e no escritório.

Outra ação da pasta de Desenvolvimento Rural é a mecanização agrícola para o preparo de solo, fortalecendo  a Agricultura Familiar do município. Os serviços de gradagem, distribuição e incorporação de calcário, construção de canteiros para produção de hortaliças, plantio de mandioca e sulcamento de solo chegaram neste ano 553 propriedades. 

Programa Melhor Caminho

O programa Melhor Caminho foca na conservação e recuperação das estradas vicinais da zona rural de Palmas com a realização de serviços de terraplanagem, alargamento de vias, cascalhamento, construção de pontes, bueiros e bacias para captação da água da chuva, para facilitar o escoamento da produção agrícola, bem como o acesso da população da zona rural a serviços de educação e saúde. Em 2021  o órgão, além da manutenção e construção de estradas vicinais, transportou 300 m³ de casca de arroz, 500 toneladas  de composto orgânico, 300 toneladas de esterco de galinha e 500 toneladas de  milho. 

Serviço de Inspeção Municipal (SIM)

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural (Seder) também é responsável pelo  Serviço de Inspeção Municipal (SIM) que faz a inspeção e fiscalização de estabelecimentos que manipulam e industrializam produtos de origem animal e vegetal. Atualmente existem 20 empresas inscritas no Serviço de Inspeção Municipal (SIM), e este ano foram feitas 363 visitas técnicas semanais de inspeção durante o nas empresas que possuem o selo SIM, onde diferentes tipos de produtos são manipulados, industrializados e inspecionados, como indústria de embutidos, laticínios, defumados, entre outros. 

Hortas Comunitárias

A Capital  atualmente conta com 23 hortas implantadas beneficiando diretamente mais de 400 famílias, que produzem alimentos saudáveis e de preço acessível, aproveitando os espaços ociosos, despertando o senso comunitário para a boa utilização. No ano de 2021, foram realizados mais de 100 atendimentos com visitas técnicas em campo, foram distribuídas mais de 620 mil sementes de alface-paletes,  e 21 mil  toneladas de esterco de aves às hortas comunitárias e empreendedoras. 

Fazendinha Calor Humano

A unidade, localizada no Centro Agrotecnológico de Palmas, promove a capacitação de produtores e ao mesmo tempo produzir alimentos. A produção é distribuída na Rede Municipal de Ensino, em escolas e creches, como forma de enriquecer o cardápio da merenda escolar, além de beneficiar entidades assistenciais. Em 2021 a Fazendinha Calor Humano produziu 51.322kg de alimentos como  abóbora, arroz, banana, mandioca, mamão, maracujá, melancia, melão e milho.  O secretário Municipal de  Desenvolvimento Rural, Major Negreiros, comemora os números. “Ao estimular a utilização de processos produtivos sustentáveis na agricultura, busca-se ampliar a experiência no cultivo de alimentos saudáveis, com diversificação da produção agrícola”, disse.

Também na Fazendinha é mantida a unidade demonstrativa de peixes nativos da Amazônia, com acompanhamento diário durante o ciclo de cultivo. A unidade serve como apoio aos atendimentos e local de visitação de produtores, para orientação técnica, práticas de manejo e estrutura dos tanques. Juntamente com a Associação Bom Peixe, localizada no Parque Aquícola Sucupira, a Seder atua em ações de fortalecimento da cadeia local de produção, consumo e comércio de pescados, com um total de 112 atendimentos durante o  ano de 2021.

Projeto Leite de Palmas

Voltado ao desenvolvimento da atividade leiteira de Palmas, o projeto Lei de Palmas é executado juntamente com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e atende dez  produtores com a metodologia ‘Balde Cheio’, sendo que em uma propriedade está instalada uma Unidade Demonstrativa. A Seder também tem atuado no melhoramento genético com a Inseminação IATF,  onde foram realizadas 234 inseminações, contemplando as  raças, Girolando, Jersey, Holandês e Kiwi Cross,  nas  regiões do Jaú, Vale da Cachoeira, Bento Galvão, Taquaruçu, Piabanha, Alto da Serra, São Silvestre, Serra do Taquaruçu, Entre Rios e Santa Fé.

Poços Artesianos

Um dos grandes desafios enfrentados pela população da zona rural é o abastecimento de água durante o período de estiagem. Para amenizar a questão, a Seder perfurou cinco poços artesianos, nas regiões do PA Veredão PA Sítio, São João, Santa Fé Rural e Vila Agrotins. Os poços têm em média 200 metros de profundidade e o tamanho da rede de distribuição varia de acordo com a região. Como exemplo, na região São João II, 4.400 metros de tubulação estão sendo instalados para atender a comunidade.