Quem foi Taylor Hawkins, baterista da banda Foo Fighters que morreu na Colômbia

A banda de rock americana confirmou a morte de seu baterista. O grupo deveria se apresentar no festival Lollapalooza Brasil, em São Paulo Taylor Hawkins, baterista do Foo Fighters Getty Images/Via BBC O baterista da banda de rock americana Foo Fighters, Taylor Hawkins, morreu aos 50 anos na Colômbia. A notícia foi divulgada pelo Foo Fighters nesta sexta-feira (25) por meio de um comunicado em sua conta no Twitter. Compartilhe pelo WhatsApp Compartilhe pelo Telegram "A família Foo Fighters está devastada pela perda trágica e prematura de nosso amado Taylor Hawkins", diz o post. Em entrevista recente ao G1, Taylor Hawkins falou sobre o filme "Terror no Estúdio 666" Leia também Taylor Hawkins, baterista do Foo Fighters, morre aos 50 anos "Seu espírito musical e risada contagiante viverão com todos nós para sempre. Nossos corações estão com sua esposa, filhos e família, e pedimos que sua privacidade seja tratada com o maior respeito neste momento inimaginavelmente difícil". A banda estava programada para se apresentar no Lollapalooza Brasil, em São Paulo, no domingo (27). Imagem sem data do Foo Fighters Getty Images/Via BBC Quem foi Taylor Hawkins Hawkins tocou com o Foo Fighters por mais de duas décadas, juntando-se logo depois que eles terminaram de gravar seu álbum de 1997, 'The Color and the Shape'. O baterista nasceu no Texas em fevereiro de 1972 e cresceu em Laguna Beach, Califórnia, onde começou a estudar música de conservatório. Embora sua especialidade fosse bateria, ele também tocava piano e violão. Antes de ingressar no Foo Fighters, Hawkins tocou bateria para Alanis Morissette. Entre os artistas que inspiraram sua carreira estavam Stewart Copeland, do The Police, e Roger Taylor, do Queen. O Foo Fighters foi formado em 1994 por Dave Grohl, depois que seu grupo anterior Nirvana se desfez com a morte do vocalista Kurt Cobain. Enquanto Grohl tocava no Nirvana, ele assumiu os vocais e a guitarra no Foo Fighters, e então Hawkins teve a difícil tarefa de tocar bateria em um grupo fundado por um dos bateristas mais célebres do rock. "Fiquei um pouco nervoso no começo, mas superei isso", disse ele à OC Weekly logo após ingressar. "Em qualquer momento em que você estiver fazendo um teste para algo, você ficará nervoso. Mas ninguém pode tocar melhor do que Dave Grohl. Ele apenas tem essa visão em sua cabeça." Os dois às vezes trocavam de papéis durante os shows da banda, com Hawkins assumindo os vocais. Depois que a notícia de sua morte foi anunciada, muitos fãs compartilharam clipes dele cantando a música 'Somebody to Love', do Queen. O primeiro disco da banda em que Hawkins participou foi 'In your honor', no qual além das percussões, participou como voz do tema 'Cold Day in the Sun'. Ao longo da carreira no Foo Fighters, Taylor também participou de outros projetos independentes. Entre eles estão o Taylor Hawkins and the Coattail Riders, no qual tocava bateria e cantava, e sua banda de covers, a Chevy Metal. Atualmente, ele ainda formava o NHC, uma superbanda que teve início durante a pandemia, com Dave Navarro e Chris Chaney, do Jane's Addiction. Em 2001, quando visitava Londres, o músico sofreu uma overdose de heroína e passou duas semanas em coma. Falando sobre a experiência em 2018, ele disse que foi "um verdadeiro ponto de mudança para mim". Em 2021, ele e seus companheiros de Foo Fighters foram incluídos ao Hall da Fama do Rock and Roll. Morte em Bogotá As causas da morte, que segundo a imprensa colombiana ocorreu no país sul-americano, não foram divulgadas imediatamente. Segundo o site da revista Semana, que citou autoridades locais, Hawkins foi encontrado morto em um hotel no norte de Bogotá. Além de tocar no Lollapalooza, o Foo Fighters grupo também era o destaque de sexta-feira do festival Estéreo Picnic, que acontece na capital colombiana. Em comunicado no Twitter, o festival anunciou o cancelamento da apresentação do Foo Fighters devido a "uma situação médica muito séria". Um dos artistas da banda Black Pumas, que acabara de subir ao palco do Estéreo Picnic, ficou encarregado de comunicar ao público a morte de Hawkins. A banda estava em turnê pela América Latina. Eles já haviam se apresentado no México, Argentina e Chile antes de desembarcarem na Colômbia.

Quem foi Taylor Hawkins, baterista da banda Foo Fighters que morreu na Colômbia

A banda de rock americana confirmou a morte de seu baterista. O grupo deveria se apresentar no festival Lollapalooza Brasil, em São Paulo Taylor Hawkins, baterista do Foo Fighters Getty Images/Via BBC O baterista da banda de rock americana Foo Fighters, Taylor Hawkins, morreu aos 50 anos na Colômbia. A notícia foi divulgada pelo Foo Fighters nesta sexta-feira (25) por meio de um comunicado em sua conta no Twitter. Compartilhe pelo WhatsApp Compartilhe pelo Telegram "A família Foo Fighters está devastada pela perda trágica e prematura de nosso amado Taylor Hawkins", diz o post. Em entrevista recente ao G1, Taylor Hawkins falou sobre o filme "Terror no Estúdio 666" Leia também Taylor Hawkins, baterista do Foo Fighters, morre aos 50 anos "Seu espírito musical e risada contagiante viverão com todos nós para sempre. Nossos corações estão com sua esposa, filhos e família, e pedimos que sua privacidade seja tratada com o maior respeito neste momento inimaginavelmente difícil". A banda estava programada para se apresentar no Lollapalooza Brasil, em São Paulo, no domingo (27). Imagem sem data do Foo Fighters Getty Images/Via BBC Quem foi Taylor Hawkins Hawkins tocou com o Foo Fighters por mais de duas décadas, juntando-se logo depois que eles terminaram de gravar seu álbum de 1997, 'The Color and the Shape'. O baterista nasceu no Texas em fevereiro de 1972 e cresceu em Laguna Beach, Califórnia, onde começou a estudar música de conservatório. Embora sua especialidade fosse bateria, ele também tocava piano e violão. Antes de ingressar no Foo Fighters, Hawkins tocou bateria para Alanis Morissette. Entre os artistas que inspiraram sua carreira estavam Stewart Copeland, do The Police, e Roger Taylor, do Queen. O Foo Fighters foi formado em 1994 por Dave Grohl, depois que seu grupo anterior Nirvana se desfez com a morte do vocalista Kurt Cobain. Enquanto Grohl tocava no Nirvana, ele assumiu os vocais e a guitarra no Foo Fighters, e então Hawkins teve a difícil tarefa de tocar bateria em um grupo fundado por um dos bateristas mais célebres do rock. "Fiquei um pouco nervoso no começo, mas superei isso", disse ele à OC Weekly logo após ingressar. "Em qualquer momento em que você estiver fazendo um teste para algo, você ficará nervoso. Mas ninguém pode tocar melhor do que Dave Grohl. Ele apenas tem essa visão em sua cabeça." Os dois às vezes trocavam de papéis durante os shows da banda, com Hawkins assumindo os vocais. Depois que a notícia de sua morte foi anunciada, muitos fãs compartilharam clipes dele cantando a música 'Somebody to Love', do Queen. O primeiro disco da banda em que Hawkins participou foi 'In your honor', no qual além das percussões, participou como voz do tema 'Cold Day in the Sun'. Ao longo da carreira no Foo Fighters, Taylor também participou de outros projetos independentes. Entre eles estão o Taylor Hawkins and the Coattail Riders, no qual tocava bateria e cantava, e sua banda de covers, a Chevy Metal. Atualmente, ele ainda formava o NHC, uma superbanda que teve início durante a pandemia, com Dave Navarro e Chris Chaney, do Jane's Addiction. Em 2001, quando visitava Londres, o músico sofreu uma overdose de heroína e passou duas semanas em coma. Falando sobre a experiência em 2018, ele disse que foi "um verdadeiro ponto de mudança para mim". Em 2021, ele e seus companheiros de Foo Fighters foram incluídos ao Hall da Fama do Rock and Roll. Morte em Bogotá As causas da morte, que segundo a imprensa colombiana ocorreu no país sul-americano, não foram divulgadas imediatamente. Segundo o site da revista Semana, que citou autoridades locais, Hawkins foi encontrado morto em um hotel no norte de Bogotá. Além de tocar no Lollapalooza, o Foo Fighters grupo também era o destaque de sexta-feira do festival Estéreo Picnic, que acontece na capital colombiana. Em comunicado no Twitter, o festival anunciou o cancelamento da apresentação do Foo Fighters devido a "uma situação médica muito séria". Um dos artistas da banda Black Pumas, que acabara de subir ao palco do Estéreo Picnic, ficou encarregado de comunicar ao público a morte de Hawkins. A banda estava em turnê pela América Latina. Eles já haviam se apresentado no México, Argentina e Chile antes de desembarcarem na Colômbia.