PT de Camilo filia 12 prefeitos, maioria ligados ao PDT de Ciro

O PT do Ceará anunciou ontem, quinta-feira 13, a chegada de 12 novos prefeitos à sigla. De acordo com o diretório estadual, a legenda passa a ter no Estado 29 prefeitos, alta de 70% em relação ao contingente anterior. Dos 12 novos filiados, quatro pertenciam antes ao PDT do ex-governador do Estado e presidenciável Ciro Gomes e três ao atual partido de Jair Bolsonaro, o PL. Os demais cinco vieram do Republicanos, PCdoB, PSDB, MDB e PSOL. O Governador petista Camilo Santana, eleito com apoio da família de Ciro, de seu irmão o hoje senador Cid Gomes, que já foi reeleito uma vez e agora deve disputar uma vaga como senador, vem se articulando e fortalecendo o PT no Ceará a pedido de Lula. “Agregar para fortalecer! Filiamos, hoje, 12 prefeitos de cidades cearenses ao PT! Nosso partido está mais forte do que nunca e preparado para construir um palanque […]

PT de Camilo filia 12 prefeitos, maioria ligados ao PDT de Ciro

O PT do Ceará anunciou ontem, quinta-feira 13, a chegada de 12 novos prefeitos à sigla. De acordo com o diretório estadual, a legenda passa a ter no Estado 29 prefeitos, alta de 70% em relação ao contingente anterior.

Dos 12 novos filiados, quatro pertenciam antes ao PDT do ex-governador do Estado e presidenciável Ciro Gomes e três ao atual partido de Jair Bolsonaro, o PL. Os demais cinco vieram do Republicanos, PCdoB, PSDB, MDB e PSOL.

O Governador petista Camilo Santana, eleito com apoio da família de Ciro, de seu irmão o hoje senador Cid Gomes, que já foi reeleito uma vez e agora deve disputar uma vaga como senador, vem se articulando e fortalecendo o PT no Ceará a pedido de Lula.

“Agregar para fortalecer! Filiamos, hoje, 12 prefeitos de cidades cearenses ao PT! Nosso partido está mais forte do que nunca e preparado para construir um palanque forte para Lula no Ceará. É admirável ver o compromisso e o afeto desses novos nomes. Viva o PT!”, disse o deputado federal José Guimarães, que comandou o encontro.

Com as novas adesões, o PT ultrapassou o PSD (26) e se tornou o segundo partido com mais prefeituras no Ceará. Essa migração fortalece o partido nas conversas para a composição de uma chapa para o governo estadual nas eleições de outubro. 

O ex-presidente Lula defende candidatura própria no estado, enquanto parte da legenda acredita na manutenção de uma coligação com o PDT – que deve lançar Roberto Cláudio, ex-prefeito de Fortaleza na disputa. O deputado federal pelo PT, José Airton, um dos pré-candidatos do partido ao governo estadual, marcou presença no evento desta quinta.