Projeto da Unifap acompanha pacientes portadores de Parkinson e Alzheimer

Projeto Reviver existe desde o ano de 2018 e atende pessoas com Alzheimer e Parkinson, com objetivo de melhorar a qualidade de vida de cada um.

Projeto da Unifap acompanha pacientes portadores de Parkinson e Alzheimer

Lana Caroline
Da Redação

 

O Projeto Reviver, da Universidade Federal do Amapá (Unifap), está retornando os atendimentos nesta terça-feira (05), depois de dois anos parado. O projeto atende pessoas com Alzheimer e Parkinson, com objetivo de melhorar a qualidade de vida de cada um.

 

Para a Professora Dra. Lorane Hage, coordenadora do projeto, é perceptível uma mudança na vida dos pacientes. “Nós observamos a diferença na vida deles, até porque é um momento que as pessoas conversam com outros que tem a mesma doença, mas que vivem normalmente com ela, pois o mais difícil é o diagnóstico e a aceitação”, disse.

 

O trabalho consiste no acompanhamento e tratamento de pacientes, assim como na qualificação de cuidadores e familiares que lidam diretamente com as doenças. Serão ofertados atendimentos gratuitos com fisioterapeutas, médicos, enfermeiros, nutricionistas e farmacêuticos.

 

Ao todo, 53 pacientes estão sendo atendidos pelo projeto, que é uma iniciativa do Laboratório de Química Farmacêutica Medicinal – PharMedChem – da UNIFAP, que trabalha com uma equipe multidisciplinar de professores e acadêmicos de diversos cursos para acompanhar os pacientes.