Programa de controle populacional da prefeitura já atendeu mais de 4,1 mil animais da capital.

Em apenas nove meses desde o lançamento, o Programa de Manejo Ético de Controle Populacional de cães e gatos já garantiu 4.142 procedimentos desde setembro do ano passado. Os atendimentos acontecem por meio de credenciamento de clínicas veterinárias habilitadas pela Prefeitura e beneficia diretamente ONGs, protetores independentes, animais adotados nas feiras de adoção, além dos […] O post Programa de controle populacional da prefeitura já atendeu mais de 4,1 mil animais da capital. apareceu primeiro em Boca do Povo News.

Programa de controle populacional da prefeitura já atendeu mais de 4,1 mil animais da capital.

Em apenas nove meses desde o lançamento, o Programa de Manejo Ético de Controle Populacional de cães e gatos já garantiu 4.142 procedimentos desde setembro do ano passado. Os atendimentos acontecem por meio de credenciamento de clínicas veterinárias habilitadas pela Prefeitura e beneficia diretamente ONGs, protetores independentes, animais adotados nas feiras de adoção, além dos animais cadastrados em outros programas da Subsecretaria do Bem-Estar Animal.

O Programa visa fomentar o segmento da medicina veterinária da capital, oportunizando a participação e prestação de serviços pelas empresas especializadas do segmento, para que possam além de prestarem os serviços, serem motivados a contribuírem com o bem-estar animal em Campo Grande. Desde setembro de 2021, o programa já garantiu a castração de 2.400 gatos e 1.742 cães.

A Meire Adriana Pasquini, que é protetora independente e Corretora de imóveis, citou a importância das castrações. “Se não fossem essas castrações da Subea, imagina o quanto a gente teria de animais abandonados na rua? São muitos animais abandonados! E graças à subsecretaria que nasceu nesta atual gestão, estamos conseguindo castrar os animais e minimizar esse impacto. Então tem uma importância fundamental, tanto para as protetoras quanto para a comunidade. É de suma importância esse controle da população de animais”.

Meire ainda frisou que as castrações gratuitas foram essenciais para ajudar nas contas de casa. “Até então a gente pagava particular e ficava com muitas dívidas. A gente usa o serviço de vocês, porque é gratuito, graças a Deus os locais de castração são bons, tudo perfeito e maravilhoso. Eu tenho 9 cachorros e 17 gatos, uma colônia que eu alimento, dois cachorros numa casa e três lares temporários que eu sou responsável, então a Subea me ajuda muito”.

A também protetora independente e artista plástica Solange Ramos Aristimunho Moreira ressaltou os benefícios proporcionados pela Subea. “A Subea é uma subsecretaria que já me ajudou muito, foram mais de 10 animais ajudados com castração, eu cuido deles e estão todos bem, além de castrá-los, também os levei para a feira de adoção, sou grata aos veterinários e todos os envolvidos”.

Sobre as castrações

Atualmente são 4 clínicas credenciadas que realizam 600 procedimentos de castração por mês, que são divididos da seguinte maneira: 300 cães (150 machos e 150 fêmeas) e 300 gatos (150 machos e 150 fêmeas). O Programa ainda deve realizar mais de 3 mil castrações ainda em 2022.

Também parte do Programa, o projeto C.E.D nas escolas, castra animais que vivem no entorno de escolas municipais. A ação consiste em Capturar, Esterilizar e Devolver cães e gatos, evitando assim a superpopulação desses animais.

“Uma das metas da nossa gestão é manter esse benefício para ONGs e os protetores .  Sabemos das necessidades da proteção animal e o credenciamento é mais uma forma de afirmar nosso compromisso com as políticas públicas para o bem-estar animal, além disso, em breve vamos realizar termos de cooperação com outros segmentos”, destaca a subsecretária do Bem-Estar Animal, Ana Cristina Camargo.

Serviço

Para realização das castrações, a Ong e/ou Protetor Independente cadastrados no Combea (Conselho Municipal do Bem-Estar Animal) e na Subea devem ir até a sede da subsecretaria e solicitar o encaminhamento para a castração, já saindo com o agendamento da mesma.

Para mais informações sobre o encaminhamento de castrações, os interessados podem se dirigir à sede da subsecretaria do Bem-estar animal, localizada na Avenida Afonso Pena, 3.297, centro, térreo, entrar em contato pelo telefone 2020-1397, pelo número 156, Fala Campo Grande e pelo aplicativo Fala CG 156.

O post Programa de controle populacional da prefeitura já atendeu mais de 4,1 mil animais da capital. apareceu primeiro em Boca do Povo News.