Presépios criados de forma artesanal em concurso de Rio das Ostras unem tradição e criatividade; veja resultados

Os três selecionados ganharam prêmios em dinheiro. Participantes do 3º Concurso de Presépios de Rio das Ostras (RJ) conseguiram unir tradição e criatividade ao confeccionar as peças de forma artesanal. A iniciativa da Fundação Rio das Ostras de Cultura (FROC), que divulgou o resultado no site em 21 de dezembro, premiou com R$ 2 mil, R$ 1.500 e R$ 1 mil os três primeiros colocados, que foram avaliados por uma Comissão Julgadora. Segundo a Fundação, todas as obras foram confeccionadas de forma artesanal e cumpriram as exigências de conter as imagens que representassem o Menino Jesus, a Virgem Maria, São José, os três Reis Magos, pastores, anjo e animais. Huriah de Oliveira Gomes, que ficou em primeiro lugar, se inspirou em uma das maiores obras da literatura brasileira: “Morte e Vida Severina”, de João Cabral de Melo Neto. Huriah conta que, no final do livro, ocorre uma cena que dá alusão à cena do nascimento de Jesus. Presépio de Huriah de Oliveira Gomes, foi inspirado na obra “Morte e Vida Severina”, de João Cabral de Melo Neto Fundação Rio das Ostras de Cultura/Divulgação “Escolhi essa representação para o meu presépio, pois para mim, seguindo as referências do livro de João Cabral, Jesus também foi um “Severino”, homem pobre e lutador, assim como a face mais marcante do povo brasileiro”, explicou. Eva Pinto Viana, que ficou em segundo lugar, confeccionou seu presépio, rico em detalhes, com fibras de Taboa e palha de milho. Eva Pinto Viana confeccionou seu presépio com fibras de Taboa e palha de milho Fundação Rio das Ostras de Cultura/Divulgação “Em toda cena foi utilizado a fibra de Taboa. Já os animais foram trabalhados com Taboa e palha de milho e, nos anjos, as asas foram feitas em macramê com a Taboa”, contou. Já Mariana Vieira Dobbin Kupferberg, que ficou em terceiro lugar, usou materiais recicláveis para a elaboração das peças. Mariana Vieira Dobbin Kupferberg elaborou as peças do presépio com materiais recicláveis Fundação Rio das Ostras de Cultura/Divulgação “Nos corpos das figuras bíblicas utilizei garrafas pets e sementes. Já para a camada de cima do anjo usei algodão e para a manjedoura, argola de acrílico, linha fio da juta e tecido juta na cor crua finalizada com a arte do Filtro dos Sonhos. O menino Jesus foi confeccionado em crochê com linha de algodão e arame fino no corpo para fazer o efeito do movimento de um recém nascido”, disse. O resultado do concurso e outras iniciativas na área da Cultura podem ser acompanhadas nas redes sociais da Fundação Rio das Ostras de Cultura e no site oficial do órgão.

Presépios criados de forma artesanal em concurso de Rio das Ostras unem tradição e criatividade; veja resultados

Os três selecionados ganharam prêmios em dinheiro. Participantes do 3º Concurso de Presépios de Rio das Ostras (RJ) conseguiram unir tradição e criatividade ao confeccionar as peças de forma artesanal. A iniciativa da Fundação Rio das Ostras de Cultura (FROC), que divulgou o resultado no site em 21 de dezembro, premiou com R$ 2 mil, R$ 1.500 e R$ 1 mil os três primeiros colocados, que foram avaliados por uma Comissão Julgadora. Segundo a Fundação, todas as obras foram confeccionadas de forma artesanal e cumpriram as exigências de conter as imagens que representassem o Menino Jesus, a Virgem Maria, São José, os três Reis Magos, pastores, anjo e animais. Huriah de Oliveira Gomes, que ficou em primeiro lugar, se inspirou em uma das maiores obras da literatura brasileira: “Morte e Vida Severina”, de João Cabral de Melo Neto. Huriah conta que, no final do livro, ocorre uma cena que dá alusão à cena do nascimento de Jesus. Presépio de Huriah de Oliveira Gomes, foi inspirado na obra “Morte e Vida Severina”, de João Cabral de Melo Neto Fundação Rio das Ostras de Cultura/Divulgação “Escolhi essa representação para o meu presépio, pois para mim, seguindo as referências do livro de João Cabral, Jesus também foi um “Severino”, homem pobre e lutador, assim como a face mais marcante do povo brasileiro”, explicou. Eva Pinto Viana, que ficou em segundo lugar, confeccionou seu presépio, rico em detalhes, com fibras de Taboa e palha de milho. Eva Pinto Viana confeccionou seu presépio com fibras de Taboa e palha de milho Fundação Rio das Ostras de Cultura/Divulgação “Em toda cena foi utilizado a fibra de Taboa. Já os animais foram trabalhados com Taboa e palha de milho e, nos anjos, as asas foram feitas em macramê com a Taboa”, contou. Já Mariana Vieira Dobbin Kupferberg, que ficou em terceiro lugar, usou materiais recicláveis para a elaboração das peças. Mariana Vieira Dobbin Kupferberg elaborou as peças do presépio com materiais recicláveis Fundação Rio das Ostras de Cultura/Divulgação “Nos corpos das figuras bíblicas utilizei garrafas pets e sementes. Já para a camada de cima do anjo usei algodão e para a manjedoura, argola de acrílico, linha fio da juta e tecido juta na cor crua finalizada com a arte do Filtro dos Sonhos. O menino Jesus foi confeccionado em crochê com linha de algodão e arame fino no corpo para fazer o efeito do movimento de um recém nascido”, disse. O resultado do concurso e outras iniciativas na área da Cultura podem ser acompanhadas nas redes sociais da Fundação Rio das Ostras de Cultura e no site oficial do órgão.