Polícia prende terceiro suspeito de participar da morte de taxista em Itaúna

Jovem de 28 anos é peruano e foi detido no Bairro Morro do Engenho. O enterro de Márcio Nogueira dos Santos, de 46 anos, está previsto para o fim da tarde desta terça-feira; taxistas fizeram manifestação na cidade Márcio Nogueira foi morto enquanto trabalhava, em Itaúna Redes Sociais/Reprodução O terceiro suspeito de participar da morte do taxista Márcio Nogueira dos Santos, de 46 anos, foi preso no início da tarde desta terça-feira (28) em Itaúna. Dois jovens de 19 e 22 anos foram presos e confessaram a autoria do crime. O corpo de Márcio é velado nesta terça-feira no Velório Central da cidade de Itaúna. Durante esta manhã , taxistas fizeram um buzinaço pelas principais ruas em protesto pela morte do colega. LEIA TAMBÉM: Taxista desaparecido em Itaúna é encontrado morto em Itatiaiuçu; suspeitos são presos Corpo de taxista morto enquanto trabalhava é velado em Itaúna; classe fez manifestação e polícia investiga terceiro suspeito do crime O taxista estava desaparecido desde o domingo (26) quando saiu para trabalhar e não retornou. O corpo dele foi encontrado na segunda (27) em um matagal no município de Itatiaiuçu, localizado a 25 quilômetros Itaúna. O sepultamento do corpo de Márcio está previsto para às 17h. Ele deixou esposa e filhos. Polícia prende 3º suspeito de envolvimento na morte de taxista em Itaúna Prisão do terceiro suspeito Segundo a Polícia Militar (PM), o jovem de 28 anos é peruano e foi preso na Avenida Dorinato Lima, Bairro Morro do Engenho. As diligências em busca do terceiro suspeito continuaram após a prisão de dois rapazes, de 19 e 22 anos, que confessaram o crime. A PM explicou que foi feito contato com moradores em busca de informações, além de buscas nas prováveis rotas de fuga. Após ser detido, o terceiro suspeito foi encaminhado ao hospital para atendimento médico e conduzido para a Delegacia de Polícia Civil Regionalizada. Não foi informado se ele estava ferido. O g1 entrou em contato com a Polícia Civil que informou que o suspeito está na delegacia. Manifestação Uma manifestação foi realizada por taxistas durante a manhã desta terça no Centro em Itaúna. Os profissionais percorreram as principais fazendo um buzinaço como forma de protesto à violência cometida contra o taxista Márcio Nogueira. Bastante emocionados e abalados com a situação, colegas de Márcio disseram que o taxista era um dos poucos que aceitava chamados para serviço durante à noite e a madrugada. Boa parte da categoria relatou para a equipe da TV Integração que parou de trabalhar no período noturno por causa da violência. "Era uma boa pessoa, excelente profissional. É muita crueldade. Foi muito triste receber essa notícia. A gente não para de pensar na família", disse o taxista Cristiano Souza Oliveira. O presidente da Associação Sindicato dos Taxistas de Itaúna, Edivaldo Antônio dos Santos, também ficou muito abalado com o caso. Márcio trabalhava há quatro anos no ponto de táxi do terminal rodoviário. "A categoria está consternada. Muito triste. É revoltante isso porque foi bárbaro o crime. Pensamos na família, triste demais", desabafou. Investigação O delegado da Polícia Civil responsável pela investigação do caso, Marco Antônio Noronha, disse em entrevista à TV Integração nesta terça-feira que investiga a participação de um terceiro suspeito. "Um terceiro está sendo identificado. É um indivíduo peruano. A equipe da Polícia Civil está fazendo diligências no sentido de conseguir o passaporte e a qualificação completa dele. Nossa intenção é pedir a prisão preventiva desse terceiro individuo", disse Noronha. O delegado também falou que segundo o médico legista, a causa da morte foi poli traumatismo craniano. "Foi constatado também asfixia e golpes de facão no corpo da vítima", completou. Desaparecimento A família do taxista procurou a polícia na segunda (27) para registrar o caso, após a vítima ter saído para trabalhar no domingo (26) e não ter sido ser mais vista. De acordo com a Polícia Militar (PM), durante rastreamento para tentar localizar o taxista, dois indivíduos foram vistos trafegando com o veículo dele na rodovia MG-431 em Itatiaiuçu, na tarde desta segunda-feira. Os militares deram ordem de parada, mas o condutor desobedeceu. Ainda segundo a PM, durante a fuga os criminosos bateram o veículo próximo à Cachoeira dos Chaves. Neste momento, o veículo parou e a polícia abordou a dupla, que tem 19 e 22 anos. Conforme ainda a PM, após conversa com os jovens, eles indicaram o local que tinham deixado o corpo da vítima. Em seguida, os militares foram até um matagal e lá encontraram o corpo do taxista. VÍDEOS: Veja tudo sobre o Centro-Oeste de Minas

Polícia prende terceiro suspeito de participar da morte de taxista em Itaúna

Jovem de 28 anos é peruano e foi detido no Bairro Morro do Engenho. O enterro de Márcio Nogueira dos Santos, de 46 anos, está previsto para o fim da tarde desta terça-feira; taxistas fizeram manifestação na cidade Márcio Nogueira foi morto enquanto trabalhava, em Itaúna Redes Sociais/Reprodução O terceiro suspeito de participar da morte do taxista Márcio Nogueira dos Santos, de 46 anos, foi preso no início da tarde desta terça-feira (28) em Itaúna. Dois jovens de 19 e 22 anos foram presos e confessaram a autoria do crime. O corpo de Márcio é velado nesta terça-feira no Velório Central da cidade de Itaúna. Durante esta manhã , taxistas fizeram um buzinaço pelas principais ruas em protesto pela morte do colega. LEIA TAMBÉM: Taxista desaparecido em Itaúna é encontrado morto em Itatiaiuçu; suspeitos são presos Corpo de taxista morto enquanto trabalhava é velado em Itaúna; classe fez manifestação e polícia investiga terceiro suspeito do crime O taxista estava desaparecido desde o domingo (26) quando saiu para trabalhar e não retornou. O corpo dele foi encontrado na segunda (27) em um matagal no município de Itatiaiuçu, localizado a 25 quilômetros Itaúna. O sepultamento do corpo de Márcio está previsto para às 17h. Ele deixou esposa e filhos. Polícia prende 3º suspeito de envolvimento na morte de taxista em Itaúna Prisão do terceiro suspeito Segundo a Polícia Militar (PM), o jovem de 28 anos é peruano e foi preso na Avenida Dorinato Lima, Bairro Morro do Engenho. As diligências em busca do terceiro suspeito continuaram após a prisão de dois rapazes, de 19 e 22 anos, que confessaram o crime. A PM explicou que foi feito contato com moradores em busca de informações, além de buscas nas prováveis rotas de fuga. Após ser detido, o terceiro suspeito foi encaminhado ao hospital para atendimento médico e conduzido para a Delegacia de Polícia Civil Regionalizada. Não foi informado se ele estava ferido. O g1 entrou em contato com a Polícia Civil que informou que o suspeito está na delegacia. Manifestação Uma manifestação foi realizada por taxistas durante a manhã desta terça no Centro em Itaúna. Os profissionais percorreram as principais fazendo um buzinaço como forma de protesto à violência cometida contra o taxista Márcio Nogueira. Bastante emocionados e abalados com a situação, colegas de Márcio disseram que o taxista era um dos poucos que aceitava chamados para serviço durante à noite e a madrugada. Boa parte da categoria relatou para a equipe da TV Integração que parou de trabalhar no período noturno por causa da violência. "Era uma boa pessoa, excelente profissional. É muita crueldade. Foi muito triste receber essa notícia. A gente não para de pensar na família", disse o taxista Cristiano Souza Oliveira. O presidente da Associação Sindicato dos Taxistas de Itaúna, Edivaldo Antônio dos Santos, também ficou muito abalado com o caso. Márcio trabalhava há quatro anos no ponto de táxi do terminal rodoviário. "A categoria está consternada. Muito triste. É revoltante isso porque foi bárbaro o crime. Pensamos na família, triste demais", desabafou. Investigação O delegado da Polícia Civil responsável pela investigação do caso, Marco Antônio Noronha, disse em entrevista à TV Integração nesta terça-feira que investiga a participação de um terceiro suspeito. "Um terceiro está sendo identificado. É um indivíduo peruano. A equipe da Polícia Civil está fazendo diligências no sentido de conseguir o passaporte e a qualificação completa dele. Nossa intenção é pedir a prisão preventiva desse terceiro individuo", disse Noronha. O delegado também falou que segundo o médico legista, a causa da morte foi poli traumatismo craniano. "Foi constatado também asfixia e golpes de facão no corpo da vítima", completou. Desaparecimento A família do taxista procurou a polícia na segunda (27) para registrar o caso, após a vítima ter saído para trabalhar no domingo (26) e não ter sido ser mais vista. De acordo com a Polícia Militar (PM), durante rastreamento para tentar localizar o taxista, dois indivíduos foram vistos trafegando com o veículo dele na rodovia MG-431 em Itatiaiuçu, na tarde desta segunda-feira. Os militares deram ordem de parada, mas o condutor desobedeceu. Ainda segundo a PM, durante a fuga os criminosos bateram o veículo próximo à Cachoeira dos Chaves. Neste momento, o veículo parou e a polícia abordou a dupla, que tem 19 e 22 anos. Conforme ainda a PM, após conversa com os jovens, eles indicaram o local que tinham deixado o corpo da vítima. Em seguida, os militares foram até um matagal e lá encontraram o corpo do taxista. VÍDEOS: Veja tudo sobre o Centro-Oeste de Minas