Passeio de caiaque e descida em cachoeira são incluídos em projeto de turismo radical no Amapá

Iniciativa da Setur busca atrair visitantes para conhecer belezas naturais dos municípios do estado. Turista aproveita aventura nas corredeiras do Rio Amapari Arquivo Setur/Divulgação Para quem é fã de grandes aventuras e de aproveitar momentos ao ar livre, o passeio ecológico é a programação perfeita. A descida nas corredeiras do Rio Amapari, em dois municípios do Amapá, caíram no gosto dos turistas, que buscam os pontos para a prática radical com boias e caiaques. O roteiro turístico está em fase de estudos e inclui passeios nas cidades de Serra do Navio e Pedra Branca do Amapari. A iniciativa vai ajudar a incentivar a economia e o aproveitamento de todo o potencial da região Amazônica, e o melhor de tudo, unindo a natureza com uma pitada de adrenalina. Público aproveitando passeio de caiaque no Rio Amapari Arquivo Setur/Divulgação Todo o trajeto foi planejado pela Secretaria de Estado de Turismo (Setur) e distribuído em 2 roteiros. As informações já chamam a atenção de várias agências que trabalham no segmento e os pacotes dos trechos devem ser lançados oficialmente a partir do 2º semestre deste ano. A duração de um dos trajetos é de 2h30 e inclui uma viagem com guia e paradas para visitação na Samaúma, navegação nos afluentes do Rio Amapari e visita na casa de um morador da região. A paisagem exuberante e o contato com a natureza são alguns dos pontos altos do passeio e costuma encantar quem passa pelo lugar. Samaúma no Amapá Arquivo Setur/Divulgação O outro roteiro é mais curto, com duração de apenas 15 minutos para descidas de "boia cross" e caiaque nas águas da cachoeira do Duquinha, em uma comunidade de Pedra Branca. O projeto turístico faz parte do plano estadual para melhorar a economia do Amapá através de iniciativas de valorização ambiental. Além disso, a Setur informou que já iniciou a capacitação dos guias que vão ser responsáveis pelo trajeto com os visitantes e as aulas já ocorreram nos municípios de Amapá, Oiapoque e Pedra Branca. O foco é poder gerar novos empregos através das atividades. Corredeiras do Rio Amapari, no Amapá Arquivo Setur/Divulgação Veja o plantão de últimas notícias do G1 Amapá VÍDEOS com as notícias do Amapá:

Passeio de caiaque e descida em cachoeira são incluídos em projeto de turismo radical no Amapá

Iniciativa da Setur busca atrair visitantes para conhecer belezas naturais dos municípios do estado. Turista aproveita aventura nas corredeiras do Rio Amapari Arquivo Setur/Divulgação Para quem é fã de grandes aventuras e de aproveitar momentos ao ar livre, o passeio ecológico é a programação perfeita. A descida nas corredeiras do Rio Amapari, em dois municípios do Amapá, caíram no gosto dos turistas, que buscam os pontos para a prática radical com boias e caiaques. O roteiro turístico está em fase de estudos e inclui passeios nas cidades de Serra do Navio e Pedra Branca do Amapari. A iniciativa vai ajudar a incentivar a economia e o aproveitamento de todo o potencial da região Amazônica, e o melhor de tudo, unindo a natureza com uma pitada de adrenalina. Público aproveitando passeio de caiaque no Rio Amapari Arquivo Setur/Divulgação Todo o trajeto foi planejado pela Secretaria de Estado de Turismo (Setur) e distribuído em 2 roteiros. As informações já chamam a atenção de várias agências que trabalham no segmento e os pacotes dos trechos devem ser lançados oficialmente a partir do 2º semestre deste ano. A duração de um dos trajetos é de 2h30 e inclui uma viagem com guia e paradas para visitação na Samaúma, navegação nos afluentes do Rio Amapari e visita na casa de um morador da região. A paisagem exuberante e o contato com a natureza são alguns dos pontos altos do passeio e costuma encantar quem passa pelo lugar. Samaúma no Amapá Arquivo Setur/Divulgação O outro roteiro é mais curto, com duração de apenas 15 minutos para descidas de "boia cross" e caiaque nas águas da cachoeira do Duquinha, em uma comunidade de Pedra Branca. O projeto turístico faz parte do plano estadual para melhorar a economia do Amapá através de iniciativas de valorização ambiental. Além disso, a Setur informou que já iniciou a capacitação dos guias que vão ser responsáveis pelo trajeto com os visitantes e as aulas já ocorreram nos municípios de Amapá, Oiapoque e Pedra Branca. O foco é poder gerar novos empregos através das atividades. Corredeiras do Rio Amapari, no Amapá Arquivo Setur/Divulgação Veja o plantão de últimas notícias do G1 Amapá VÍDEOS com as notícias do Amapá: