Pabllo Vittar faz história como a primeira drag queen a se apresentar no Coachella

'Vamos fazer história esta noite', disse a brasileira antes de iniciar sua apresentação. A plateia aplaudia e gritava sem parar. Alguns conheceram cantora durante o festival. Pabllo Vittar canta no Coachella 2022 VALERIE MACON / AFP Aos gritos de "Pabllo, Pabllo, Pabllo", a artista brasileira Pabllo Vittar subiu ao palco do festival Coachella no sábado (16), tornando-se a primeira drag queen a se apresentar em um dos maiores festivais de música. Vestindo um terno curto de duas peças, brilhante e coberto por uma jaqueta, a cantora e seus dançarinos levaram centenas de pessoas ao delírio no palco Gobi, um dos sete exibidos no Empire Polo Club, onde acontece o Coachella. LOOKS: Isis Valverde, Jade Picon e mais famosas no Coachella Pabllo Vittar foi a primeira drag queen no Coachella O evento reúne o melhor da música mundial em dois finais de semana de três dias na cidade de Indio, no deserto da Califórnia. A edição deste ano é a primeira desde 2019 devido à pausa obrigatória imposta pela pandemia. "Vamos fazer história esta noite", disse a brasileira antes de iniciar sua apresentação. A plateia aplaudia e gritava sem parar, chegando ao frenesi toda vez que Pabllo movia os quadris. A brasileira de 28 anos fez parte do cartaz da edição Coachella 2020 que foi cancelada devido ao avanço da covid-19 e foi um dos nomes a ser convidado novamente este ano. "Eu mal podia esperar para vê-la, ela é incrível!", gritou Jenna Mayers, 26, que veio ao festival de Los Angeles, a pouco mais de 50 km da estrada. Por outro lado, alguns dos presentes descobriram Pabllo na apresentação. "É a primeira vez que ouço e vejo, mas adorei", disse Jessica Oloffson, 29, que veio de Chicago com seus amigos para ver o Coachella. "Ela sabe que é uma rainha, ela é muito poderosa", acrescentou. Vittar cantou em espanhol e português, mas se dirigiu ao público em inglês. "Meu nome é Pabllo Vittar e sou uma drag queen brasileira", disse ela pouco antes do meio de sua apresentação, sendo aplaudida de pé. A artista agradeceu diversas vezes a oportunidade de se apresentar em um festival que este ano conta com protagonistas do cenário musical como Billie Eilish, Harry Styles e The Weeknd. "Muito obrigada ao Coachella por me fazer a primeira drag queen a cantar no festival", disse. Além de Vittar, o Brasil agitou o palco durante o primeiro dia do festival com Anitta, que recriou o Rio de Janeiro no palco para representar um baile funk, incluindo convidados internacionais como o rapper Snoop Dogg e Saweetie.

Pabllo Vittar faz história como a primeira drag queen a se apresentar no Coachella

'Vamos fazer história esta noite', disse a brasileira antes de iniciar sua apresentação. A plateia aplaudia e gritava sem parar. Alguns conheceram cantora durante o festival. Pabllo Vittar canta no Coachella 2022 VALERIE MACON / AFP Aos gritos de "Pabllo, Pabllo, Pabllo", a artista brasileira Pabllo Vittar subiu ao palco do festival Coachella no sábado (16), tornando-se a primeira drag queen a se apresentar em um dos maiores festivais de música. Vestindo um terno curto de duas peças, brilhante e coberto por uma jaqueta, a cantora e seus dançarinos levaram centenas de pessoas ao delírio no palco Gobi, um dos sete exibidos no Empire Polo Club, onde acontece o Coachella. LOOKS: Isis Valverde, Jade Picon e mais famosas no Coachella Pabllo Vittar foi a primeira drag queen no Coachella O evento reúne o melhor da música mundial em dois finais de semana de três dias na cidade de Indio, no deserto da Califórnia. A edição deste ano é a primeira desde 2019 devido à pausa obrigatória imposta pela pandemia. "Vamos fazer história esta noite", disse a brasileira antes de iniciar sua apresentação. A plateia aplaudia e gritava sem parar, chegando ao frenesi toda vez que Pabllo movia os quadris. A brasileira de 28 anos fez parte do cartaz da edição Coachella 2020 que foi cancelada devido ao avanço da covid-19 e foi um dos nomes a ser convidado novamente este ano. "Eu mal podia esperar para vê-la, ela é incrível!", gritou Jenna Mayers, 26, que veio ao festival de Los Angeles, a pouco mais de 50 km da estrada. Por outro lado, alguns dos presentes descobriram Pabllo na apresentação. "É a primeira vez que ouço e vejo, mas adorei", disse Jessica Oloffson, 29, que veio de Chicago com seus amigos para ver o Coachella. "Ela sabe que é uma rainha, ela é muito poderosa", acrescentou. Vittar cantou em espanhol e português, mas se dirigiu ao público em inglês. "Meu nome é Pabllo Vittar e sou uma drag queen brasileira", disse ela pouco antes do meio de sua apresentação, sendo aplaudida de pé. A artista agradeceu diversas vezes a oportunidade de se apresentar em um festival que este ano conta com protagonistas do cenário musical como Billie Eilish, Harry Styles e The Weeknd. "Muito obrigada ao Coachella por me fazer a primeira drag queen a cantar no festival", disse. Além de Vittar, o Brasil agitou o palco durante o primeiro dia do festival com Anitta, que recriou o Rio de Janeiro no palco para representar um baile funk, incluindo convidados internacionais como o rapper Snoop Dogg e Saweetie.