Operação cumpre mandados de busca e apreensão em gabinete de vereadora de Angra dos Reis

Segundo a Polícia Civil, Gabriella Carneiro (PP) e seu marido exigiam um repasse de parte do salário dos funcionários do gabinete para permanecerem nos cargos ocupados. Ação busca apreender celulares para apurar crimes de peculato e porte ilegal de arma de fogo. Gabriella Carneiro (PP), Angra dos Reis, RJ Divulgação/Câmara Municipal A Polícia Civil realizou, nesta quarta-feira (25), uma operação para cumprir mandados de busca e apreensão no gabinete da vereadora de Angra dos Reis (RJ), Gabriella Carneiro (PP), e em outros endereços na cidade. Segundo a Polícia Civil, a ação buscou apreender celulares para apurar práticas dos crimes de peculato e porte ilegal de arma de fogo, que teriam sido cometidos pela vereadora, também conhecida como "Gabi Greg". De acordo com a polícia, Gabriella e seu marido exigiam um repasse de parte do salário dos funcionários do gabinete para permanecerem nos cargos ocupados. A "rachadinha" acontecia desde o início do mandado da vereadora, em janeiro de 2021. Em nota, a Câmara Municipal de Angra dos Reis disse que a operação foi realizada apenas no gabinete da vereadora, não envolvendo a Casa Legislativa. Afirmou ainda que não sabe qual o "teor do processo investigativo que levou a polícia romper as portas do gabinete". O g1 tentou contato com o gabinete de Gabriella Carneiro e com o partido dela, o Progressistas, mas não havia obtido retorno até a publicação desta reportagem. Clique aqui e siga o g1 no Instagram VÍDEOS: as notícias que foram ao ar na TV Rio Sul

Operação cumpre mandados de busca e apreensão em gabinete de vereadora de Angra dos Reis

Segundo a Polícia Civil, Gabriella Carneiro (PP) e seu marido exigiam um repasse de parte do salário dos funcionários do gabinete para permanecerem nos cargos ocupados. Ação busca apreender celulares para apurar crimes de peculato e porte ilegal de arma de fogo. Gabriella Carneiro (PP), Angra dos Reis, RJ Divulgação/Câmara Municipal A Polícia Civil realizou, nesta quarta-feira (25), uma operação para cumprir mandados de busca e apreensão no gabinete da vereadora de Angra dos Reis (RJ), Gabriella Carneiro (PP), e em outros endereços na cidade. Segundo a Polícia Civil, a ação buscou apreender celulares para apurar práticas dos crimes de peculato e porte ilegal de arma de fogo, que teriam sido cometidos pela vereadora, também conhecida como "Gabi Greg". De acordo com a polícia, Gabriella e seu marido exigiam um repasse de parte do salário dos funcionários do gabinete para permanecerem nos cargos ocupados. A "rachadinha" acontecia desde o início do mandado da vereadora, em janeiro de 2021. Em nota, a Câmara Municipal de Angra dos Reis disse que a operação foi realizada apenas no gabinete da vereadora, não envolvendo a Casa Legislativa. Afirmou ainda que não sabe qual o "teor do processo investigativo que levou a polícia romper as portas do gabinete". O g1 tentou contato com o gabinete de Gabriella Carneiro e com o partido dela, o Progressistas, mas não havia obtido retorno até a publicação desta reportagem. Clique aqui e siga o g1 no Instagram VÍDEOS: as notícias que foram ao ar na TV Rio Sul