Mulheres com deficiência têm sexualidades negadas e desmotivadas

Mulheres relatam que infantilização ou estereótipo de que pessoas com deficiência são dependentes atrapalham vida amorosa

Mulheres com deficiência têm sexualidades negadas e desmotivadas
Mulheres com deficiência falam sobre sexualidade e os desafios causados pelo capacitismo. Arquivo pessoal

A infantilização ou a presunção de que todas as pessoas com deficiência não têm sexualidade são algumas das barreiras que essa população enfrenta diariamente, especialmente pelo preconceito de que a deficiência pode, de alguma forma ser um impedimento para uma vida comum. 

“Eu tenho 24 anos, sou jornalista e pós-graduada. Já comprei uma casa e tenho toda uma vida de autonomia e independência, mas muita gente preconceituosa infelizmente ainda insiste em me ver como uma criança. Por causa da deficiência, acham que eu sempre preciso de alguém, que sou dependente de alguma outra pessoa, mas a verdade não é bem assim. As pessoas com deficiência estão cada vez mais independentes. A nossa deficiência não nos limita, o que nos limita é a sociedade ao nosso redor, que não é acessível e inclusiva”, diz a jornalista. 

Leia mais...