McDonald’s encontra comprador para seus restaurantes na Rússia

Acordo está sujeito à aprovação regulatória e deve ser fechado dentro de algumas semanas Este conteúdo foi originalmente publicado em McDonald’s encontra comprador para seus restaurantes na Rússia no site CNN Brasil.

McDonald’s encontra comprador para seus restaurantes na Rússia

O McDonald’s iniciou o processo de venda de seus restaurantes na Rússia depois de mais de 30 anos no país. A gigante de hambúrgueres disse que seu licenciado atual Alexander Govor, que opera 25 restaurantes na Sibéria, concordou em comprar 850 estabelecimentos e operá-los sob um novo nome.

O preço da venda não foi divulgado.

O McDonald’s foi uma das primeiras marcas ocidentais de fast food a entrar na Rússia em 1990. Sua grande e reluzente loja perto da Praça Pushkin, em Moscou, sinalizava uma nova era de otimismo após a Guerra Fria.

Mas o McDonald’s fechou temporariamente suas unidades na Rússia em março por causa da invasão russa da Ucrânia, uma decisão que a empresa disse que custou US$ 55 milhões por mês.

O acordo de venda está sujeito à aprovação regulatória e deve ser fechado dentro de algumas semanas. Govor, licenciado desde 2015, também concordou em manter os 62 mil funcionários russos por pelo menos dois anos em termos equivalentes e pagar os salários até o fechamento da venda.

O McDonald’s, no entanto, deixou em aberto a possibilidade de um dia retornar à Rússia.”É impossível prever o que o futuro reserva, mas escolho encerrar minha mensagem com o mesmo espírito que trouxe o McDonald’s para a Rússia: esperança”, escreveu o CEO Chris Kempczinski na segunda-feira em uma carta aos funcionários.

“Assim, não vamos terminar dizendo ‘adeus’. Em vez disso, vamos dizer como eles dizem em russo: até nos encontrarmos novamente.”

Este conteúdo foi originalmente publicado em McDonald’s encontra comprador para seus restaurantes na Rússia no site CNN Brasil.