Marialva volta a tornar obrigatório o uso de máscaras em escolas por causa da Covid-19 e gripe

Medida foi publicada nesta quarta-feira (25) e vale para escolas públicas e particulares, além do transporte escolar. O cacho de Uva é o monumento de Marialva Prefeitura A Prefeitura de Marialva, na região norte do Paraná, voltou a tornar obrigatório o uso de máscaras em escolas. A medida foi publicada em decreto, nesta quarta-feira (25). Aumento de casos de Covid leva cidades do Brasil a retomarem recomendação do uso de máscara A obrigatoriedade vale para escolas públicas municipais e estaduais, além das instituições particulares. A prefeitura também determinou o uso de máscara no transporte coletivo. Para publicar a medida, a prefeitura informou que levou em consideração o aumento de casos de síndromes respiratórias, como Covid-19 e gripe. Ainda, o município justificou que as baixas temperaturas e o inverno causam o aumento na circulação de vírus que causam infecções nas vias aéreas, especialmente nas crianças. De acordo com boletim da Secretaria Municipal de Saúde, desde o começo da pandemia Marialva registrou 13.075 casos e 148 mortes provocadas pela Covid-19. A cidade tem cerca de 36 mil habitantes. VÍDEOS: mais assistidos do g1 PR Veja mais notícias da região no g1 Norte e Noroeste.

Marialva volta a tornar obrigatório o uso de máscaras em escolas por causa da Covid-19 e gripe

Medida foi publicada nesta quarta-feira (25) e vale para escolas públicas e particulares, além do transporte escolar. O cacho de Uva é o monumento de Marialva Prefeitura A Prefeitura de Marialva, na região norte do Paraná, voltou a tornar obrigatório o uso de máscaras em escolas. A medida foi publicada em decreto, nesta quarta-feira (25). Aumento de casos de Covid leva cidades do Brasil a retomarem recomendação do uso de máscara A obrigatoriedade vale para escolas públicas municipais e estaduais, além das instituições particulares. A prefeitura também determinou o uso de máscara no transporte coletivo. Para publicar a medida, a prefeitura informou que levou em consideração o aumento de casos de síndromes respiratórias, como Covid-19 e gripe. Ainda, o município justificou que as baixas temperaturas e o inverno causam o aumento na circulação de vírus que causam infecções nas vias aéreas, especialmente nas crianças. De acordo com boletim da Secretaria Municipal de Saúde, desde o começo da pandemia Marialva registrou 13.075 casos e 148 mortes provocadas pela Covid-19. A cidade tem cerca de 36 mil habitantes. VÍDEOS: mais assistidos do g1 PR Veja mais notícias da região no g1 Norte e Noroeste.