Hemose convoca doadores para restaurar estoques sanguíneos

O baixo número de doações de sangue está afetando os estoques de todos os grupos sanguíneos: O, A, B e Ab, positivo e negativo do Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose). Para buscar reverter a situação, o órgão convoca toda a população em bom estado de saúde, a prestar esse gesto solidário responsável em salvar […]

Hemose convoca doadores para restaurar estoques sanguíneos

O baixo número de doações de sangue está afetando os estoques de todos os grupos sanguíneos: O, A, B e Ab, positivo e negativo do Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose). Para buscar reverter a situação, o órgão convoca toda a população em bom estado de saúde, a prestar esse gesto solidário responsável em salvar vidas.

De acordo com dados do sistema Hemovida, nessa primeira semana de fevereiro a unidade registrou uma média de 60 dações de sangue ao dia. “Isso é preocupante pois o Hemose fornece sangue para os pacientes nos leitos da rede hospitalar do Sistema Único de Saúde – SUS”, alerta a gerente de Coleta, Florita Aquino.

A enfermeira conta que ao final do mês de janeiro, o Ministério da Saúde (MS) emitiu a nota técnica 04/2022, com atualização dos critérios para doação de sangue destinada as pessoas que tiveram Covid-19. “As alterações são para mostrar a população que após os prazos regulamentados o cidadão pode fazer sua doação sem riscos a sua saúde”, explica a gestora.

Por fim, ela enfatiza que próximo de completar dois anos de pandemia os hemocentros do Brasil têm mais dados sobre a segurança da doação e da transfusão de sangue. “As alterações dos prazos de inaptidão dos doadores que tiveram Covid-19 ou contato com pessoas suspeitas permite que mais voluntários possam se candidatar à doação de sangue”, destaca a gerente de Coleta, Florita Aquino.

Conforme a Nota Técnica, as pessoas com suspeita ou que testaram positivo para covid-19 podem realizar sua doação após, dez dias da completa recuperação. Anteriormente os doadores precisavam aguardar 30 dias. Ainda em relação ao risco de infecção pelo coronavírus, pessoas com teste positivo para a doença e que não possui os sintomas podem doar, após dez dias da data da realização do teste.

Já voluntários que tiveram contato com casos positivos podem doar depois, de sete dias do último contato. Quem realizou isolamento voluntário ou por orientação médica pode doar sangue, após finalizar o tempo de indicação de isolamento, que geralmente é de 6 dias. E os profissionais de saúde também podem doar sangue desde que estejam usando corretamente os Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s).

Doação

Para doar é preciso estar saudável, ter entre 16 a 69 anos, peso superior a 50Kg, comparecer ao Hemose bem alimentado portando um documento oficial original com foto. Mais informações através dos telefones: (79) 3225-8039, 3259-3174 e 99191-2977.

Fonte: Secretaria de Estado da Saúde