Governo do Rio investiga 43 casos suspeitos da Ômicron

Segundo as informações divulgadas pela SES em nota, as amostras foram coletadas entre os dias 1º e 20 deste mês, nos municípios de Angra dos Reis, Cabo Frio, Macaé, Nilópolis, Niterói, São Gonçalo, Saquarema e Volta Redonda.

Governo do Rio investiga 43 casos suspeitos da Ômicron

Segundo as informações divulgadas pela SES em nota, as amostras foram coletadas entre os dias 1º e 20 deste mês, nos municípios de Angra dos Reis, Cabo Frio, Macaé, Nilópolis, Niterói, São Gonçalo, Saquarema e Volta Redonda.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

O governo do Rio de Janeiro anunciou, neste sábado, que está investigando possíveis 43 casos da variante Ômicron, em oito municípios do estado. A Secretaria de Estado de Saude (SES) foi comunicada sexta-feira, pela Rede Dasa RJ, deste número de RT-PCRs para covid-19 com indicativo da presença da variante Ômicron.

Secretaria afirma que realizará acompanhamento e contatos de suspeitos

Segundo as informações divulgadas pela SES em nota, as amostras foram coletadas entre os dias 1º e 20 deste mês, nos municípios de Angra dos Reis, Cabo Frio, Macaé, Nilópolis, Niterói, São Gonçalo, Saquarema e Volta Redonda.

Casos confirmados

“A secretaria ressalta que não se trata de casos confirmados da variante Ômicron, uma vez que este tipo de análise empregada nos exames serve como método de triagem. As amostras serão sequenciadas pela Dasa e os resultados sairão nas próximas semanas”, informou a SES.

De acordo com a nota, a SES já entrou em contato com as vigilâncias desses municípios para que possam realizar a investigação e acompanhamento dos pacientes e contatantes. Para aqueles pacientes em que ainda for possível realizar PCR, equipes das vigilâncias municipais vão coletar o exame para encaminhar ao Laboratório Central de Saúde Publica Noel Nutels (Lacen RJ). Os casos positivos seguirão para sequenciamento no laboratório de referência da Fiocruz.