Filho de Sinead O'Connor é encontrado morto depois de dois dias desaparecido

O jovem lutava contra uma depressão e era procurado desde quinta-feira (6), na cidade de Newbridge. Shane O'Connor, filho da cantora Sinéad O'Connor Reprodução Shane O’Connor, filho de 17 anos da cantora irlandesa Sinéad O'Connor, foi encontrado morto neste sábado (8), depois de dois dias desaparecido na Irlanda. A informação foi confirmada pela própria cantora nas redes sociais. "Meu lindo filho, Nevi’im Nesta Ali Shane O’Connor, a própria luz da minha vida, decidiu encerrar sua luta terrena hoje e agora está com Deus. Que ele descanse em paz e que ninguém siga seu exemplo. Meu bebê. Eu te amo muito. Por favor, fique em paz", disse ela. O jovem lutava contra uma depressão e era procurado desde quinta-feira (6), na cidade de Newbridge. Autoridades do país disseram ao jornal inglês The Guardian que Shane foi visto pela última vez na manhã de sexta-feira (7), em Tallaght, próximo de Dublin. Durante as buscas, Sinéad havia publicado mensagens pedindo para que o garoto voltasse para casa. "Shane, sua vida é preciosa. Deus não desenhou aquele lindo sorriso em seu lindo rosto para nada. Meu mundo entraria em colapso sem você. Você é meu coração. Por favor, não se machuque", publicou em sua conta no Twitter. Segundo a cantora, Shane estava em assistência médica psiquiátrica do hospital Tallaght, quando escapou. Na manhã deste sábado, Sinéad foi informada pela polícia que o jovem foi encontrado sem vida. A música irlandesa Sinead O'Connor chega para jantar de gala da amfAR em Los Angeles, em outubro de 2011 Matt Sayles/AP/Arquivo Sinéad O'Connor já falou diversas vezes em público sobre sua própria luta contra a depressão. Em 2016, ela chegou a ser procurada pela polícia ao desaparecer em Chicago depois de postagens em tom suicida. Famosa por suas opiniões veementes sobre vários temas, como os direitos da mulher e os abusos cometidos por integrantes da Igreja Católica, ela foi aclamada pela crítica em seu primeiro álbum, "The lion and the cobra" (1987), e ganhou fama mundial com a canção "Nothing compares 2 U", uma composição de Prince.

Filho de Sinead O'Connor é encontrado morto depois de dois dias desaparecido

O jovem lutava contra uma depressão e era procurado desde quinta-feira (6), na cidade de Newbridge. Shane O'Connor, filho da cantora Sinéad O'Connor Reprodução Shane O’Connor, filho de 17 anos da cantora irlandesa Sinéad O'Connor, foi encontrado morto neste sábado (8), depois de dois dias desaparecido na Irlanda. A informação foi confirmada pela própria cantora nas redes sociais. "Meu lindo filho, Nevi’im Nesta Ali Shane O’Connor, a própria luz da minha vida, decidiu encerrar sua luta terrena hoje e agora está com Deus. Que ele descanse em paz e que ninguém siga seu exemplo. Meu bebê. Eu te amo muito. Por favor, fique em paz", disse ela. O jovem lutava contra uma depressão e era procurado desde quinta-feira (6), na cidade de Newbridge. Autoridades do país disseram ao jornal inglês The Guardian que Shane foi visto pela última vez na manhã de sexta-feira (7), em Tallaght, próximo de Dublin. Durante as buscas, Sinéad havia publicado mensagens pedindo para que o garoto voltasse para casa. "Shane, sua vida é preciosa. Deus não desenhou aquele lindo sorriso em seu lindo rosto para nada. Meu mundo entraria em colapso sem você. Você é meu coração. Por favor, não se machuque", publicou em sua conta no Twitter. Segundo a cantora, Shane estava em assistência médica psiquiátrica do hospital Tallaght, quando escapou. Na manhã deste sábado, Sinéad foi informada pela polícia que o jovem foi encontrado sem vida. A música irlandesa Sinead O'Connor chega para jantar de gala da amfAR em Los Angeles, em outubro de 2011 Matt Sayles/AP/Arquivo Sinéad O'Connor já falou diversas vezes em público sobre sua própria luta contra a depressão. Em 2016, ela chegou a ser procurada pela polícia ao desaparecer em Chicago depois de postagens em tom suicida. Famosa por suas opiniões veementes sobre vários temas, como os direitos da mulher e os abusos cometidos por integrantes da Igreja Católica, ela foi aclamada pela crítica em seu primeiro álbum, "The lion and the cobra" (1987), e ganhou fama mundial com a canção "Nothing compares 2 U", uma composição de Prince.