Festival de Cannes: Mulher faz topless no tapete vermelho em protesto pró-Ucrânia

Manifestante, que estava com pinturas corporais, foi coberta por seguranças, que a retiraram do local

Festival de Cannes: Mulher faz topless no tapete vermelho em protesto pró-Ucrânia

Uma mulher roubou a cena no tapete vermelho do Festival de Cannes nesta sexta-feira, 20, ao fazer topless em um protesto pró-Ucrânia. A manifestante tirou toda a sua roupa, caiu de joelho na frente dos fotógrafos e começou a gritar. Os seguranças correram até ela, a cobriram com um casaco e a retiraram do local. A cena foi presenciada e relatada nas redes sociais por Kyle Buchanan, colunista do The New York Times. A mulher estava com uma pintura corporal com as cores da bandeira da Ucrânia e, em seus seios e barriga, estava escrito “para de nos estuprar”.

Também havia tinta vermelha nas regiões da perna e da virilha da manifestante e, segundo o The Hollywood Reporter, estava escrita a palavra “escória” na parte inferior de suas costas. O Festival de Cannes, na França, começou na última terça-feira, 17, e vai até o dia 28 de maio. O prestigiado evento conta com várias verificações de segurança, principalmente para acessar o tapete vermelho, mas essa não é a primeira vez que um incidente do tipo acontece. Em 2014, Vitalii Sediuk ficou conhecido mundialmente por driblar os seguranças de Cannes e enfiar, em pleno tapete vermelho, a cabeça debaixo do vestido da atriz America Ferrera, protagonista de “Ugly Betty”.