Espancado e abandonado, morte de servidor da Prefeitura chocou

O que era para ser uma noite de alegria com um amigo terminou com o espancamento e morte do jovem Rodolfo Silva da Costa, de 29 anos. Ele, que era servidor da Prefeitura de Cuiabá, sofreu a violência na sexta-feira, 31 de agosto e morreu três dias depois, internado no Hospital Municipal de Cuiabá. Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).   O jovem foi encontrado desacordado e com graves ferimentos próximo a Universidade de Cuiabá (Unic), na Avenida Beira Rio, em Cuiabá.    Sem ter informações sobre o paradeiro do filho, a mãe de Rodolfo, Geralda Mendes da Silva Costa, chegou a registrar um boletim de ocorrência de desaparecimento do filho.   Inicialmente, a hipótese era de que Rodolfo tinha sido vítima de homofobia. Porém, as investigações apontaram para outro tipo de desentendimento com uma mulher. Ela foi indiciada pelo crime. O caso ainda tramita na Justiça.       A mãe do jovem classificou à época o episódio como “bárbaro”, em entrevista.    “O que aconteceu foi bárbaro, nunca esperei que fosse acontecer com meu filho, porque ele era uma pessoa que nunca procurou inimizade com ninguém”, disse Geralda.   O crime   De acordo com as investigações da Polícia Civil, no dia 30 de agosto, Rodolfo saiu com um amigo para uma tabacaria no Bairro Jardim Europa. Lá, a vítima e o colega conversaram e beberam bebidas alcoólicas.    Depois de um tempo, uma jovem de 18 anos chegou acompanhada de ...

Espancado e abandonado, morte de servidor da Prefeitura chocou
O que era para ser uma noite de alegria com um amigo terminou com o espancamento e morte do jovem Rodolfo Silva da Costa, de 29 anos. Ele, que era servidor da Prefeitura de Cuiabá, sofreu a violência na sexta-feira, 31 de agosto e morreu três dias depois, internado no Hospital Municipal de Cuiabá. Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).   O jovem foi encontrado desacordado e com graves ferimentos próximo a Universidade de Cuiabá (Unic), na Avenida Beira Rio, em Cuiabá.    Sem ter informações sobre o paradeiro do filho, a mãe de Rodolfo, Geralda Mendes da Silva Costa, chegou a registrar um boletim de ocorrência de desaparecimento do filho.   Inicialmente, a hipótese era de que Rodolfo tinha sido vítima de homofobia. Porém, as investigações apontaram para outro tipo de desentendimento com uma mulher. Ela foi indiciada pelo crime. O caso ainda tramita na Justiça.       A mãe do jovem classificou à época o episódio como “bárbaro”, em entrevista.    “O que aconteceu foi bárbaro, nunca esperei que fosse acontecer com meu filho, porque ele era uma pessoa que nunca procurou inimizade com ninguém”, disse Geralda.   O crime   De acordo com as investigações da Polícia Civil, no dia 30 de agosto, Rodolfo saiu com um amigo para uma tabacaria no Bairro Jardim Europa. Lá, a vítima e o colega conversaram e beberam bebidas alcoólicas.    Depois de um tempo, uma jovem de 18 anos chegou acompanhada de ...