Empresário diz que não roubou R$ 1 de Luva de Pedreiro: 'Vou provar a verdade'

Allan Jesus afirmou que contratou auditoria que vai verificar todos os contratos e recibos

Empresário diz que não roubou R$ 1 de Luva de Pedreiro: 'Vou provar a verdade'

O empresário do influencer baiano Iran Ferreira, o Luva de Pedreiro, gravou um vídeo na quinta-feira (23) para afirmar que não enganou o cliente em momento algum. A briga pública entre os dois estourou após Iran se mostrar insatisfeito com o andamento da carreira e anunciar uma pausa. Desde então, notícias sobre como o influencer não tem recebido o dinheiro por seus trabalhos e ainda leva uma vida pobre foram publicadas. 

Segundo o colunista Leo Dias, do Metrópoles, o influencer teria cerca de R$ 7,5 mil apenas em duas contas. Para poder encerrar o contrato, que vai até 2026, ele tem que pagar cerca de R$ 5,2 milhões, segundo a coluna. 

Allan Jesus publicou um vídeo nas redes sociais dizendo que é honesto e vai provar sua inocência. "Se for provado que roubei R$ 1 que eu pague. Tenho nome a zelar, tenho família e entrego para a Justiça divina e dos homens para que tudo se resolva. Vou provar a verdade dos meus atos", afirmou. 


De acordo com o empresário, Iran teria duas contas como pessoa física e uma como pessoa jurídica, que foi criada esse ano para receber os valores dos contratos de publicidade. Todos os sócios da empresa, incluindo Iran, têm acesso à conta, garante Allan.

Ele acrescenta que os contratos de publicidade feitos com Iran não foram pagos até agora. "Todos os nossos contratos de publicidade somam mais de R$ 2 milhões e nenhum pagamento ainda foi feito. Todos serão feitos a partir de julho de 2022, até o presente momento os contratos de publicidade ainda não foram pagos", diz o empresário.

O empresário continuou: "Antes da nossa empresa ser aberta e ter uma conta jurídica, o Iran tinha feito um acordo informal com uma agência onde gravaria alguns vídeos no TikTok. Naquele momento, o valor foi de R$ 20 mil. Como ainda não existia essa conta jurídica, o valor foi depositado na conta da ASJ Consultoria", disse.

Agora, Allan diz que contratou uma auditoria para os contratos. Ele diz ainda que investiu no influencer. "Foram feitos quase R$ 200 mil de investimento e com despesas pessoais do Iran", diz.

Sobre a casa humilde em Quijingue, no interior da Bahia, onde Luva de Pedreiro ainda mora, o empresário diz que estava em contato com uma arquiteta para reformar a casa. "Desde então, a gente vem negociando com uma marca global onde estava sendo acordado a construção da nova casa do Iran, bem como todas as melhorias do imóvel. O projeto ficou pronto, a profissional vai se pronunciar, vou colocar aqui o projeto da casa e o Iran tinha conhecimento", garantiu.

A casa estava sendo usada só para "produzir conteúdo" e continuar na narrativa do personagem Luva de Pedreiro, mas o influencer estava baseado no Rio, diz o empresário.