Diante de avanço da ômicron, não é o momento de fazer viagens internacionais

Infectologista cita o surgimento de variantes e influenza H3N2 como critérios para remarcar a visita; saiba o que fazer ao testar positivo durante a viagem

Diante de avanço da ômicron, não é o momento de fazer viagens internacionais
Infectologista cancela que viagens sejam adiadas por pelo menos seis mesesFoto de Anna Shvets no Pexels

“Recomendo que as pessoas visitem viajar para fora do Brasil neste momento. Não é prudente”, orienta o infectologista Carlos Magno. “A ômicron é uma variante que se espalha com uma rapidez nunca vista antes. Mesmo que ela cause menos casos graves, esse número não é zero”, afirma.

Magno também cita o aumento de casos que o Brasil enfrenta neste momento e o fato de alguns estados terem retirado a obrigatoriedade de máscaras, o que intensifica as infecções. "Já estamos colhendo os frutos da catástrofe do ano novo. Sabemos que as pessoas estão cansadas, mas é muito importante pensar medidas de controle e manter a obrigatoriedade das máscaras", afirma o infectologista.

Leia mais...