Conhece o que é Zimba

Dança folclórica de origem africana presente unicamente na comunidade negra do Cunani, vila rural localizada no interior do município de Calçoene (litoral norte do estado do Amapá). É dançado em honra aos santos da Igreja Católica Apostólica Romana, em especial São Benedito e Santa Maria. Em coro, os zimbeiros respondem aos “jogados” dos cantores, enquanto […]

Conhece o que é Zimba

Dança folclórica de origem africana presente unicamente na comunidade negra do Cunani, vila rural localizada no interior do município de Calçoene (litoral norte do estado do Amapá). É dançado em honra aos santos da Igreja Católica Apostólica Romana, em especial São Benedito e Santa Maria. Em coro, os zimbeiros respondem aos “jogados” dos cantores, enquanto volteiam entre si ou ao redor dos tambores e pandeiros em sentido inverso ao do relógio. É similar ao batuque do Quilombo do Curiaú (localizado próximo a Macapá). O zimba é uma festa folclórica afro do Amapá.

 

Palavra possivelmente de origem Afro. Sinônimo de Carimbó, dessa forma é dança, ritmo, tambor coberto por de couro de cobra, na microrregião do salgado paraense é também é uma espécie de reunião festiva na qual participam parente de sangue ou não, para comemorar a vida e suas datas festivas em um grande ato de confraternização com comidas, bebidas, danças(entre elas o Carimbó), troca de informações, muitas brincadieras e alegria típica do caboclo amazônico. Também é conjugado como verbo Zimbar, ação que determina velocidade, dinâmica. Sair às pressas.

 

Os grupos folclóricos da comunidade de Cunani, no município de Calçoene, realizam programações festivas com o Zimba, em todas as datas comemorativas do lugar, e na semana da consciência negra (novembro), quando acontece o encontro dos tambores, no Centro de Cultura Negra (UNA), em Macapá.

 

Nas festas os grupos utilizam tambores feitos de tronco de árvore, cobertos de couro de cobra jibóia ou de cabrito, e tocam em ritmo acelerado, parecido com o carimbo (PA) e o batuque (AP), (rápido e veloz), marcando sempre com dois bastões de madeira que repenicam atrás do tambor, quando esse é batucado (tocado). Um ritmo contagiando que não deixa ninguém ficar sentado.

 

***********************************

No Curiaú tem tambor marabaixo
São José é minha fé na beira mar
Isso é o Amapá
Ver nossas tradições rio acima  e abaixo

Ivo Canuty

***********************************

 

Espetáculo

Quadrilha junina Simpatia da Juventude apresentou um espetáculo nos festivais que participou. Com o tema Circo dos Horrores o grupo mostrou competência em seu desempenho. Parabéns.

 

Carnaval

Comissão de Carnaval da Liesap reuniu com sua equipe, nesta terça (5), para elaboração do calendário de eventos da instituição para o carnaval de 2023.

 

Agenda aí

Na sexta (8) tem show musical com Chico Terra e Rudá Monteiro tocando os clássico da Bossa Nova, no Farofa Tropical (esquina da Av: José Siqueira com a Rua São José – Laguinho), a partir das 20h. Mais informações: 98137-3130.

 

Luau

Nesta quarta (6), no balneário de Fazendinha, vai acontecer o Luau da Cidade, a partir das 19h. As atrações são: Osmar Júnior, Paulinho Bastos, Zé Miguel e Oneide Bastos.

É a música amapaense em destaque. Esse evento faz parte da programação do Macapá Verão, realizado pela Prefeitura de Macapá.

 

Acelerado

Escolas de samba do grupo especial, do Rio de Janeiro, estão com ritmo acelerado para o carnaval de 2023, na Sapucaí. O sorteio da ordem de apresentação já acontece na segunda (11). Os desfiles no RJ acontecerão nos dias 19 e 20 de fevereiro.

 

 ‘Belém’

Título da nova música do cantor e compositor paraense, Edilson Moreno, já no repertório do próximo disco. O artista tem muitos clássicos gravados por outros cantores.

 

Poesia e música

Poeta amapaense, Pedro Stkls, tem um belo projeto que une poesia e música com muita qualidade.

O talentoso artista tem uma linguagem regional em suas obras com pitadas do tempero amazônico. Em breve o lançamento de seu primeiro livro.

 

**********************************************************************************************************************************************