Como usar o monitor cardíaco do Apple Watch

Poucos sabem, mas o Apple Watch possui dois sensores ópticos de frequência cardíaca na parte de trás do dispositivo: duas luzes de LED na cor verde e dois sensores infravermelhos. Enquanto o primeiro utiliza a tecnologia fotopletismografia, responsável pela forte luz verde emanada pelos LEDs, o segundo roda imperceptivelmente em 2º plano, monitorando seus batimentos cardíacos a cada 10 minutos. Como configurar e usar o eletrocardiograma (ECG) do Apple Watch Como ativar avisos de ritmo cardíaco irregular no Apple Watch Uma curiosidade interessante é que as luzes de LED na cor verde piscam milhares de vezes por segundo, mas em uma velocidade que os olhos humanos não conseguem detectar, o que faz parecer com que elas estejam simplesmente acesas. Caso a sua pulseira esteja mais solta do que o normal ou a posição do seu relógio não seja a ideal, a tonalidade da cor verde se torna mais forte e intensa. Além disto, pelo fato dos sensores infravermelhos não serem tão precisos quanto a tecnologia fotopletismografia, o Apple Watch automaticamente detecta quando seus batimentos cardíacos não estiverem sendo precisamente monitorados e alterna para o sensor verde. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Aprenda nos passos abaixo como utilizar o monitor cardíaco do Apple Watch: Abra o aplicativo "Coração" em seu Apple Watch. Você pode fazer isto pela lista de apps ou através de uma complicação em algum de seus mostradores; Você poderá visualizar na tela principal um monitor dos seus batimentos cardíacos registrados ao longo de todo o dia e a marcação atual; Clique em "Atual", no topo esquerdo da tela, e você também poderá visualizar a sua média de batimentos cardíacos registrados em momentos de repouso ou durante caminhadas no seu dia; O monitor cardíaco do Apple Watch mostra sua média de batimentos cardíacos durante repousos e caminhadas (Captura de tela: Lucas Wetten) Entre no aplicativo Watch do seu iPhone, depois em "Coração". Confirme que está ativada a opção de "Ritmo Irregular". Este recurso pode identificar quando seus batimentos cardíacos registrados forem irregulares em relação ao seu ritmo comum; Em "Batimentos Elevados", defina um número de batimentos cardíacos que você considere muito alto para o seu dia a dia. Não se preocupe, o Apple Watch consegue automaticamente identificar quando você estiver se movimentando, seja caminhando, treinando ou fazendo exercícios físicos, e vai desconsiderar o alerta para estes momentos; Volte à tela anterior e entre em "Batimentos Baixos" para definir um número de batimentos cardíacos que você considere muito baixo não apenas para o seu dia a dia, mas também durante repousos, caso você costume dormir com o relógio no seu pulso. Use o monitor cardíaco do Apple Watch para detectar números muito baixos ou muito altos de seus batimentos cardíacos de forma automática (Captura de tela: Lucas Wetten) Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Motorola confirma quais celulares vão receber o Android 12 Quando Matrix Resurrections será lançado na HBO Max? Veja as emissões de um buraco negro supermassivo nesta imagem de tirar o fôlego Nova versão da variante Ômicron é identificada, apontam pesquisadores 5 celulares da Xiaomi em oferta para comprar ainda em 2021

Como usar o monitor cardíaco do Apple Watch

Poucos sabem, mas o Apple Watch possui dois sensores ópticos de frequência cardíaca na parte de trás do dispositivo: duas luzes de LED na cor verde e dois sensores infravermelhos. Enquanto o primeiro utiliza a tecnologia fotopletismografia, responsável pela forte luz verde emanada pelos LEDs, o segundo roda imperceptivelmente em 2º plano, monitorando seus batimentos cardíacos a cada 10 minutos.

Uma curiosidade interessante é que as luzes de LED na cor verde piscam milhares de vezes por segundo, mas em uma velocidade que os olhos humanos não conseguem detectar, o que faz parecer com que elas estejam simplesmente acesas. Caso a sua pulseira esteja mais solta do que o normal ou a posição do seu relógio não seja a ideal, a tonalidade da cor verde se torna mais forte e intensa.

Além disto, pelo fato dos sensores infravermelhos não serem tão precisos quanto a tecnologia fotopletismografia, o Apple Watch automaticamente detecta quando seus batimentos cardíacos não estiverem sendo precisamente monitorados e alterna para o sensor verde.

-
Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.
-

Aprenda nos passos abaixo como utilizar o monitor cardíaco do Apple Watch:

  1. Abra o aplicativo "Coração" em seu Apple Watch. Você pode fazer isto pela lista de apps ou através de uma complicação em algum de seus mostradores;

  2. Você poderá visualizar na tela principal um monitor dos seus batimentos cardíacos registrados ao longo de todo o dia e a marcação atual;

  3. Clique em "Atual", no topo esquerdo da tela, e você também poderá visualizar a sua média de batimentos cardíacos registrados em momentos de repouso ou durante caminhadas no seu dia;

    O monitor cardíaco do Apple Watch mostra sua média de batimentos cardíacos durante repousos e caminhadas (Captura de tela: Lucas Wetten)
  4. Entre no aplicativo Watch do seu iPhone, depois em "Coração". Confirme que está ativada a opção de "Ritmo Irregular". Este recurso pode identificar quando seus batimentos cardíacos registrados forem irregulares em relação ao seu ritmo comum;

  5. Em "Batimentos Elevados", defina um número de batimentos cardíacos que você considere muito alto para o seu dia a dia. Não se preocupe, o Apple Watch consegue automaticamente identificar quando você estiver se movimentando, seja caminhando, treinando ou fazendo exercícios físicos, e vai desconsiderar o alerta para estes momentos;

  6. Volte à tela anterior e entre em "Batimentos Baixos" para definir um número de batimentos cardíacos que você considere muito baixo não apenas para o seu dia a dia, mas também durante repousos, caso você costume dormir com o relógio no seu pulso.
Use o monitor cardíaco do Apple Watch para detectar números muito baixos ou muito altos de seus batimentos cardíacos de forma automática (Captura de tela: Lucas Wetten)

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech: