Como usar o FGTS para comprar ações da Eletrobrás?

Trabalhadores poderão utilizar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para reservar ações da Eletrobras a partir desta sexta-feira (3) ao próximo dia 8 de junho. O valor mínimo da aplicação é de R$ 200 e o máximo vai até 50% do saldo disponível na conta do benefício.  [render name="Leia mais" contentId="1.3239203"] A aquisição será pelo Fundo Mútuo de Privatização, criado em 2009 para que trabalhadores possam investir em novas aplicações. O mesmo mecanismo foi usado, por exemplo, no processo de privatização da Petrobras e da Vale do Rio Doce.  Os interessados precisam acessar o app do FGTS ou da Caixa Econômica Federal para, inicialmente, liberar a autorização. Veja o passo a passo abaixo: Caixa Autorizar o compartilhamento de dados da conta do FGTS para que a instituição identifique o valor máximo de investimentos liberado; Clicar na opção "FGTS"; Ir em "Autorizar agente financeiro FGTS"; Escolher a opção "Fundos mútuos de privatização" e consultar; Na página seguinte, selecionar "Caixa" e continuar; Ler e aceitar os termos e novamente clicar em continuar; Inserir assinatura eletrônica e fazer a reserva. FGTS Clicar no menu "Mais" e depois em "Simulador de aplicação no FMP-FGTS" Autorizar o Fundo FMP-Eletrobras a consultar as contas FGTS e a efetuar a reserva dos valores para aplicação; Ler e aceitar os termos; Selecionar uma administradora. Como reservar? Após a liberação, a reserva da compra deve ser feita no app da Caixa escolhendo a opção "Investimentos", "Reserva FMP" e "Recursos FGTS". Na próxima tela, o trabalhador precisa habilitar a conta (ou as contas) que deseja usar para aplicar e depois escolher o valor a ser investido. O procedimento termina com a assinatura eletrônica. Segundo a Caixa, o investimento com o FGTS terá um período mínimo de um ano. Com a venda, o saldo retorna para a conta do trabalhador e estará sujeito às regras tradicionais de movimentação.>

Como usar o FGTS para comprar ações da Eletrobrás?
Trabalhadores poderão utilizar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para reservar ações da Eletrobras a partir desta sexta-feira (3) ao próximo dia 8 de junho. O valor mínimo da aplicação é de R$ 200 e o máximo vai até 50% do saldo disponível na conta do benefício.  [render name="Leia mais" contentId="1.3239203"] A aquisição será pelo Fundo Mútuo de Privatização, criado em 2009 para que trabalhadores possam investir em novas aplicações. O mesmo mecanismo foi usado, por exemplo, no processo de privatização da Petrobras e da Vale do Rio Doce.  Os interessados precisam acessar o app do FGTS ou da Caixa Econômica Federal para, inicialmente, liberar a autorização. Veja o passo a passo abaixo: Caixa Autorizar o compartilhamento de dados da conta do FGTS para que a instituição identifique o valor máximo de investimentos liberado; Clicar na opção "FGTS"; Ir em "Autorizar agente financeiro FGTS"; Escolher a opção "Fundos mútuos de privatização" e consultar; Na página seguinte, selecionar "Caixa" e continuar; Ler e aceitar os termos e novamente clicar em continuar; Inserir assinatura eletrônica e fazer a reserva. FGTS Clicar no menu "Mais" e depois em "Simulador de aplicação no FMP-FGTS" Autorizar o Fundo FMP-Eletrobras a consultar as contas FGTS e a efetuar a reserva dos valores para aplicação; Ler e aceitar os termos; Selecionar uma administradora. Como reservar? Após a liberação, a reserva da compra deve ser feita no app da Caixa escolhendo a opção "Investimentos", "Reserva FMP" e "Recursos FGTS". Na próxima tela, o trabalhador precisa habilitar a conta (ou as contas) que deseja usar para aplicar e depois escolher o valor a ser investido. O procedimento termina com a assinatura eletrônica. Segundo a Caixa, o investimento com o FGTS terá um período mínimo de um ano. Com a venda, o saldo retorna para a conta do trabalhador e estará sujeito às regras tradicionais de movimentação.>