Chamados por perturbação de sossego aumentam em 7 dias de operação no litoral do Paraná, aponta PM

Apesar da alta, número de assinatura de termos circunstanciados pelo motivo diminuíram. Segundo PM, ocorrências gerais também apresentaram queda. Número de ocorrências gerais diminui no litoral do Paraná em 7 dias de operação, diz PM Divulgação/AEN O número de chamados à Polícia Militar (PM) por perturbação de sossego nos sete municípios do litoral do Paraná aumentou 108,9% na primeira semana da operação de verão da corporação na região, de acordo com um balanço divulgado pela polícia. Segundo a PM, isso aconteceu por conta do aumento na movimentação na região neste ano na comparação com 2020. Apesar da alta, as assinaturas de termos circunstanciados pelo motivo caiu mais de 55%, o que, de acordo com a PM, indica uma maior eficiência de resolução do problema ainda no local. O balanço ainda apontou uma queda no número geral de ocorrências. Em relação ao flagrantes de uso de drogas, a redução foi 65,4%, no litoral. Na contramão, o número de abordagens aumentou 27,8%. No total, noss primeiros sete dias da operação, 130 pessoas foram detidas em flagrante e outras 56 assinaram termos circunstanciados. Trânsito Em relação às ocorrências de trânsito, as ações de vistoria em veículos aumentaram 68,9%. Na área do trânsito urbano, aforam 3.731 veículos vistoriados e 390 autos de infração de trânsito registrados, conforme a PM. A polícia informou que a maior parte das abordagens de trânsito ocorreu nos acessos aos municípios do litoral e também nas avenidas próximas à orla, onde, segundo a PM, há maior incidência de infrações como estacionamento irregular e uso de celular ao volante. Veja mais notícias do estado em g1 Paraná.

Chamados por perturbação de sossego aumentam em 7 dias de operação no litoral do Paraná, aponta PM

Apesar da alta, número de assinatura de termos circunstanciados pelo motivo diminuíram. Segundo PM, ocorrências gerais também apresentaram queda. Número de ocorrências gerais diminui no litoral do Paraná em 7 dias de operação, diz PM Divulgação/AEN O número de chamados à Polícia Militar (PM) por perturbação de sossego nos sete municípios do litoral do Paraná aumentou 108,9% na primeira semana da operação de verão da corporação na região, de acordo com um balanço divulgado pela polícia. Segundo a PM, isso aconteceu por conta do aumento na movimentação na região neste ano na comparação com 2020. Apesar da alta, as assinaturas de termos circunstanciados pelo motivo caiu mais de 55%, o que, de acordo com a PM, indica uma maior eficiência de resolução do problema ainda no local. O balanço ainda apontou uma queda no número geral de ocorrências. Em relação ao flagrantes de uso de drogas, a redução foi 65,4%, no litoral. Na contramão, o número de abordagens aumentou 27,8%. No total, noss primeiros sete dias da operação, 130 pessoas foram detidas em flagrante e outras 56 assinaram termos circunstanciados. Trânsito Em relação às ocorrências de trânsito, as ações de vistoria em veículos aumentaram 68,9%. Na área do trânsito urbano, aforam 3.731 veículos vistoriados e 390 autos de infração de trânsito registrados, conforme a PM. A polícia informou que a maior parte das abordagens de trânsito ocorreu nos acessos aos municípios do litoral e também nas avenidas próximas à orla, onde, segundo a PM, há maior incidência de infrações como estacionamento irregular e uso de celular ao volante. Veja mais notícias do estado em g1 Paraná.