Carnaval 2022 na cidade de São Paulo será definido até 10 de janeiro

A confirmação do Carnaval 2022 em São Paulo será definida até o dia 10 de janeiro pela prefeitura. Esse é o prazo para a Secretaria de Saúde e as demais pastas receberem o posicionamento da Vigilância Sanitária sobre a questão da pandemia de Covid-19 e o avanço de casos da Ômicron. Somente com esse parecer, será possível definir se o Carnaval será cancelado ou quais serão as regras para a realização do evento. No entanto, podem haver decisões diferentes para os eventos no Anhembi e os blocos de rua. Conforme a Secretaria municipal de Saúde (SMS), realização do Carnaval de 2022 dependerá do cenário epidemiológico da cidade na ocasião. A pasta, que faz parte da comissão de avaliação das atividades do Carnaval, irá apresentar os dados do quadro epidemiológico – relativo à Covid-19 – e de assistência hospitalar para a Prefeitura. Ao site G1, o secretário de Saúde de SP, Edson Aparecido, afirmou que é possível haver diretrizes diferentes em relação aos desfiles das escolas de samba no Sambódromo do Anhembi e ao Carnaval de rua da capital paulista. Desta forma, pode ser determinado que apenas um desses eventos aconteça e o outro não. Desfiles de blocos - Mesmo com a confirmação do Carnaval 2022 ainda pendente, a prefeitura de SP confirmou, nesta quinta-feira (30/12), os desfiles de 696 blocos. A autorização foi publicada no Diário Oficial do município. Essa é a maior quantidade de blocos registrada na história da cidade. Por enquanto, 64 desfiles foram cancelados, sendo 23 deles por não retornarem o contato para o envio de todas as informações.

Carnaval 2022 na cidade de São Paulo será definido até 10 de janeiro

A confirmação do Carnaval 2022 em São Paulo será definida até o dia 10 de janeiro pela prefeitura. Esse é o prazo para a Secretaria de Saúde e as demais pastas receberem o posicionamento da Vigilância Sanitária sobre a questão da pandemia de Covid-19 e o avanço de casos da Ômicron.

Somente com esse parecer, será possível definir se o Carnaval será cancelado ou quais serão as regras para a realização do evento. No entanto, podem haver decisões diferentes para os eventos no Anhembi e os blocos de rua. Conforme a Secretaria municipal de Saúde (SMS), realização do Carnaval de 2022 dependerá do cenário epidemiológico da cidade na ocasião. A pasta, que faz parte da comissão de avaliação das atividades do Carnaval, irá apresentar os dados do quadro epidemiológico – relativo à Covid-19 – e de assistência hospitalar para a Prefeitura.

Ao site G1, o secretário de Saúde de SP, Edson Aparecido, afirmou que é possível haver diretrizes diferentes em relação aos desfiles das escolas de samba no Sambódromo do Anhembi e ao Carnaval de rua da capital paulista. Desta forma, pode ser determinado que apenas um desses eventos aconteça e o outro não.

Desfiles de blocos - Mesmo com a confirmação do Carnaval 2022 ainda pendente, a prefeitura de SP confirmou, nesta quinta-feira (30/12), os desfiles de 696 blocos. A autorização foi publicada no Diário Oficial do município. Essa é a maior quantidade de blocos registrada na história da cidade. Por enquanto, 64 desfiles foram cancelados, sendo 23 deles por não retornarem o contato para o envio de todas as informações.