Após críticas e boicotes de artistas, Globo de Ouro 2022 cancela transmissão ao vivo

Premiação anunciou que fará atualizações sobre os vencedores em tempo real nas redes sociais; artistas como Scarlett Johansson, Tom Cruise e Lee Jung-jae denunciaram condutas do evento

Após críticas e boicotes de artistas, Globo de Ouro 2022 cancela transmissão ao vivo

Representantes da premiação do Globo de Ouro anunciaram em comunicado na última quinta-feira, 6, que a edição do evento, marcada para acontecer no próximo domingo, não será transmitida ao vivo em canais de TV ou plataformas online, como era de costume em anos anteriores. Os vencedores das indicações serão revelados em tempo real através das redes sociais oficiais do prêmio. A organização também não liberou o acesso ao público, sendo restrita a convidados e membros da Hollywood Foreign Press Association (HFPA). Recentemente, a HPFA, responsável pela cerimônia, foi alvo de boicotes e críticas por parte de grandes nomes do cinema, como Scarlett Johansson, Tom Cruise e Lee Jung-jae, da série “Round 6”. As acusações são de que o órgão é racista e não tem representatividade negra entre os 80 membros do conselho, além de uma suposta troca de favores para beneficiação de indicados.

O Globo de Ouro também foi boicotado pela NBC, que investia cerca de US$ 60 milhões ao ano para ter o direito de transmitir a premiação e as cenas do tapete vermelho. Segunda a Vulture, na última edição do evento, em março de 2021, a transmissão obteve sua pior audiência desde o ano de 2008, totalizando uma queda de mais da metade do público que em 2020. A cerimônia, que tem como principais indicados as séries “Ted Lasso”, “The Morning Show”, “Succession” e os filmes “Ataque dos Cães” e “Belfast”, seria transmitida ao vivo no Brasil pelo canal TNT.